Esportes

Manchester City ganha 10ª seguida no Inglês e fecha ano com 8 pontos de vantagem

O líder Manchester City ganhou seu 10° jogo seguido no Campeonato Inglês nesta quarta-feira. Depois de três goleadas impiedosas e 17 gols anotados, o time de Pep Guardiola foi mais econômico no encerramento do ano e fez apenas 1 a 0 na visita ao Brentford, gol de Foden. Agora segundo colocado, oito pontos atrás, o Chelsea fazia 1 a 0 no Brighton até o fim, mas acabou castigado pela fraca atuação nos acréscimos, cedendo o empate por 1 a 1.

Com nova vitória, o atual campeão inglês permanece disparado na ponta da tabela. São 50 pontos somados em 60 possíveis e agora oito de vantagem sobre o Chelsea, que não aproveitou bem a derrota do Liverpool, terça-feira (1 a 0 para o Leicester), ao também tropeçar. A igualdade o deixa em segundo, mas somente com um ponto a mais que o time de Jürgen Kloop, que tem um compromisso por fazer ainda.


Depois de início arrasador nas goleadas contra Leeds United (7 a 0), Newcastle (4 a 0) e Leicester (6 a 3) nos últimos jogos, desta vez o Manchester City começou o jogo sofrendo com a dura marcação do Brentford e também levando sustos. Mesmo com muitos desfalques, os donos da casa se postaram bem na defesa e foram atrevidos.

O goleiro brasileiro Ederson fez grande defesa e o lateral Cancelo ainda cortou uma bola de cabeça em cima da linha antes da abertura do placar no Brentford Community Stadium.

Mesmo com dificuldades, o líder abriu o placar com gol de Foden, aos 16 minutos, após bom cruzamento de De Bruyne. A vantagem, contudo, não fez o jogo mudar. Ao contrário, seguiu com um City sem inspiração e esbarrando no paredão vermelho e branco.

Novidade entre os titulares, Gabriel Jesus arriscava mais ao encarar os marcadores – já havia participado do gol do time. Já Grealish pouco produzia e mais uma vez decepcionava. O reforço milionário ainda deve futebol na nova casa.

O City voltou com tudo para a etapa final determinado a ampliar a vantagem. Logo no primeiro minuto, De Bruyne cruzou para Foden desviar de cabeça, raspando. Uma repetição do lance do gol, desta vez com conclusão errada.

Foden até ampliou, aos 9. Estava impedido no momento de concluir o cruzamento de Gabriel Jesus e o lance foi anulado. O também brasileiro Fernandinho também desperdiçou boa chance em uma etapa melhor dos visitantes.

No fim, o City teve outro gol anulado por impedimento. Desta vez com a ajuda do VAR, que acusou Laporte um pouco avançado após cobrança de falta de De Bruyne. Ainda deu tempo para Gabriel Jesus passar pelos marcadores e bater para bela defesa do goleiro no último lance de perigo. A vitória, porém, estava garantida.

Atuando no Stanford Bridge, o Chelsea não teve vida fácil diante do Brighton. Mas fazia a lição de casa com gol de cabeça de Lukaku. No fim, após boa trama, porém, acabou castigado pela atuação aquém do esperado.

Mason Mount cobrou escanteio e o grandalhão belga, mesmo agarrado pelo marcador, conseguiu cabecear para o fundo das redes ainda no primeiro tempo. Sem desistir, os visitantes foram premiados pela luta aos 46 do segundo tempo com gol de Welbeck. O atacante, de cabeça, fez o primeiro gol da história do Brighton atuando na casa do Chelsea para uma bela festa de quem “mandou” no segundo tempo.