Cultura

Mamonas Assassinas serão homenageados em megalive

A banda Mamonas Assassinas, fenômeno dos anos 90, receberá uma homenagem em 23 de agosto. Uma megalive será exibida no canal oficial do grupo no Youtube e contará com a participação de diversos artistas brasileiros como Preta Gil, Fábio Porchat e Paulo Ricardo.

+ SP deve receber cinco milhões de doses de vacina chinesa em outubro, diz Doria

A iniciativa intitulada Xô Corô, em alusão ao novo coronavírus, irá celebrar a trajetória da banda e os músicos presentes irão relembrar alguns sucessos como Pelados em Santos, Robocop gay e Sabão Crá-crá. O evento também irá transmitir dez clipes inéditos do grupo.

A live será apresentada por Ruy Brissac, intérprete de Dinho no Musical Mamonas, e contará com outros nomes como Angélica, Marcelo Adnet, Marisa Orth, Sidney Magal e Marcos Veras.

O dinheiro arrecadado será destinado para a Ação da Cidadania e do Fundo Social de Solidariedade de Guarulhos, cidade na qual a banda nasceu.

Apesar de breve, os Mamonas Assassinas tiveram carreira imortalizada no cenário musical brasileiro. Dinho, Samuel, Sérgio, Bento e Júlio formaram a banda no final de 1994, e, em março de 1996, todos morreram num acidente de avião em São Paulo.

Veja também

+MasterChef: competidora lava louça durante prova do 12º episódio’

+ Veja mudanças após decisão do STF sobre IPVA

+Nascidos em dezembro terão nova parcela do auxílio nesta quarta (30)

+Após ficar internada, mulher descobre traição da mãe com seu marido: ‘Agora estão casados’

+ Jovem é suspeita de matar namorado com agulha de narguilé durante briga por pastel

+ MasterChef: mesmo desempregado, campeão decide doar prêmio

+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago

+ Fazenda 2020: Mariano e Jake se beijam na área externa da casa

+ 12 razões que podem fazer você menstruar duas vezes no mês

+ Arqueólogo leva 36 anos para montar maquete precisa da Roma Antiga

+ Por que não consigo emagrecer? 7 possíveis razões

+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?

+ Educar é mais importante do que colecionar

+ Pragas, pestes, epidemias e pandemias na arte contemporânea