Mundo

Mais de 50 pessoas são sequestradas durante ataque na Nigéria

CAIRO, 29 AGO (ANSA) – Mais de 50 pessoas, entre elas mulheres grávidas e crianças, foram sequestradas durante um ataque a um vilarejo de Wurma, no noroeste da Nigéria, informou a imprensa local nesta quinta-feira (29). Segundo as autoridades, a ofensiva foi realizada por cerca de 100 criminosos armados na noite de terça-feira (27) e pelo menos 53 cidadãos foram levados. De acordo com relatos de moradores da região, algumas famílias já receberam pedido de resgate. Uma mulher revelou que o grupo entrou no vilarejo disparando “de todos os ângulos”. Além disso, um homem, que foi sequestrado e depois libertado, disse que os criminosos chegaram a roubar ovelhas, cabras e comida antes de fugir. As autoridades anunciaram que 10 mulheres já foram libertadas após uma troca de tiros entre os criminosos e agentes.   

“Mobilizamos nossos homens na floresta ao redor da vila em busca de outras pessoas sequestradas”, afirmaram. Até o momento, nenhum grupo terrorista assumiu o ataque. A instabilidade agitou o noroeste da Nigéria durante todo o ano.   

Diversas regiões sofrem com a atuação do Boko Haram, que luta para implantar um regime fundamentalista no norte do país. O grupo foi responsável por sequestrar mais de 200 alunas de uma escola em Chibok, em 2014, em um caso que causou comoção mundial. (ANSA)