Tecnologia & Meio ambiente

Mais de 40% dos portadores de coronavírus em cidade italiana eram assintomáticos

Mais de 40% dos portadores de coronavírus em cidade italiana eram assintomáticos

Um soldado italiano patrulha perto da cidade de Vo Vecchio, norte da Itália - AFP/Arquivos

Mais de 40% dos habitantes de uma cidade italiana, que testaram positivo à COVID-19, não apresentaram nenhum sintoma da doença, segundo um estudo publicado nesta terça-feira (30) que destaca a rápida propagação do coronavírus.

Esse estudo mostra a importância dos testes de diagnóstico em massa e do isolamento dos portadores do vírus para conter os focos de contágio, de acordo com os autores da pesquisa, publicada na revista científica Nature.

No final de fevereiro, foi registrada a primeira morte pelo vírus na Itália na cidade de Vo’ (3.200 habitantes), no norte da península. Imediatamente foi imposto um confinamento de duas semanas, durante o qual os cientistas puderam fazer testes em mais de 85% da população.

O estudo mostra também que as crianças menores de 10 anos não deram positivo no teste, mesmo as que viviam com adultos infectados.

Veja também

+ Entenda como a fase crítica da pandemia de Covid-19 pode ter sido superada em SP
+ Ford Ranger supera concorrentes e é líder de vendas
+ Tubarão-martelo morde foil de Michel Bourez no Tahiti. VÍDEO
+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?
+ Cantora Patricia Marx se assume lésbica aos 46 anos de idade
+ Saiba em quais lugares o contágio pelo novo coronavírus pode ser maior