Comportamento

Mais de 27.000 migrantes centro-americanos voltaram a seus países por pandemia

Crédito: AFP

Moradores de São Paulo caminham por uma rua comercial do centro da cidade em 10 de junho de 2020, data da reabertura parcial do comércio (Crédito: AFP)

Cerca de 27.203 centro-americanos e dominicanos que trabalharam ou ficaram presos no exterior devido às medidas restritivas decretadas como resultado da pandemia de COVID-19, retornaram aos seus países desde março, através de um “corredor de retorno seguro”, informou uma fonte regional nesta sexta-feira.

O “corredor de retorno seguro” foi lançado em coordenação com “os ministérios das Relações Exteriores para o retorno de compatriotas às suas casas”, disse o Sistema de Integração Centro-Americano (Sica), composto por oito países: Costa Rica, El Salvador, Guatemala , Honduras, Nicarágua, Panamá, Belize e República Dominicana.

O plano facilitou o retorno até 8 de julho de 15.504 dominicanos, 4.602 costarriquenhos, 2.970 hondurenhos, 2.537 salvadorenhos, 886 panamenhos, 380 guatemaltecos, 169 nicaraguenses e 155 belizenhos.

Segundo o Sica, os retornados estavam em outros países da América Central, México, Estados Unidos, Peru, Colômbia, Brasil, Cuba, França e Europa.

Centenas de nicaraguenses que trabalham no Panamá também começaram a retornar por terra em pequenos grupos à Nicarágua, segundo a Comissão Permanente não Governamental de Direitos Humanos (CPDH).

+ Menina engasga ao comer máscara dentro de nugget do McDonald’s

O coronavírus afetou mais de 86.000 centro-americanos e matou mais de 2.200.

Veja também

+ Gésio Amadeu, o Chefe Chico de Chiquititas, morre após contrair Covid-19

+ Funcionário do Burger King é morto por causa de demora em pedido

+ Seu cabelo revela o que você come (e seu nível socioeconômico)

+ Cozinheira desiste do Top Chef no 3º episódio e choca jurados

+ Governo estuda estender socorro até o fim de 2020

+ Bolsonaro veta indenização a profissionais de saúde incapacitados pela covid-19

+ Nascidos em maio recebem a 4ª parcela do auxílio na quarta-feira (05)

+ Tubarão-martelo morde foil de Michel Bourez no Tahiti. VÍDEO

+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?