Tecnologia & Meio ambiente

Mais de 16 mil mortos pelo novo coronavírus no mundo, segundo balanço da AFP

Mais de 16 mil mortos pelo novo coronavírus no mundo, segundo balanço da AFP

Trabalhadores municipais de Quito atendem pessoas sem teto - Alcaldía de Quito/AFP

O novo coronavírus causou pelo menos 16.146 mortes em todo o mundo desde o seu surgimento, em dezembro, segundo um balanço feito pela AFP com base em fontes oficiais até as 19h GMT desta segunda-feira.

Desde o início da epidemia, 361.510 casos oficiais foram registrados, em 174 países ou territórios.

O número de casos positivos diagnosticados reflete apenas parte do número total de infecções, devido às políticas de cada país para diagnosticar os doentes, e ao fato de que alguns testam apenas as pessoas que precisam de hospitalização.

Nas últimas 24 horas, foram registrados 1.748 novas mortes e 37.217 infectados em todo o mundo. Os países com maior número de óbitos em 24 horas foram Itália, com 601; Espanha, com 462; e França, com 186.

Na Itália, que registrou a primeira vítima fatal no fim de fevereiro, 6.077 pessoas já morreram pelo novo coronavírus. O país contabiliza 63.927 infectados. Segundo autoridades italianas, 7.432 pessoas se curaram.

A China continental (sem contar Hong Kong e Macau), onde a epidemia surgiu, no fim de dezembro, registra um total de 81.093 pessoas infectadas, das quais 3.270 morreram e 72.703 ficaram curadas. Nas últimas 24 horas, foram registrados 39 novos casos e nove óbitos.

Depois da Itália e da China, os países mais afetados são Espanha, com 2.182 mortos e 33.089 casos; Irã, com 1.812 mortes (23.049 casos); França, com 860 mortes (19.856 casos); e Estados Unidos com 499 mortes (41.511).

Nas últimas 24 horas, Gâmbia, República Tcheca, Nigéria, Zimbábue e Montenegro anunciaram as primeiras mortes pelo novo coronavírus. A Síria anunciou os primeiros casos.

Este balanço foi feito a partir de dados de autoridades nacionais coletados pelos escritórios da AFP, e com informações da Organização Mundial da Saúde (OMS).