Economia

Maioria das Bolsas da Ásia fecha em alta, de olho em estímulos fiscais nos EUA

As bolsas asiáticas fecharam majoritariamente em alta nesta quarta-feira, 5, sugerindo que investidores estão confiantes de que os Estados Unidos irão eventualmente aprovar um novo pacote de estímulos fiscais para combater os efeitos da pandemia de coronavírus, apesar de recentes entraves em negociações no Congresso americano.

+ SP deve receber cinco milhões de doses de vacina chinesa em outubro, diz Doria

Na China continental, o índice Xangai Composto subiu 0,17% nesta quarta, a 3.377,56 pontos, e o menos abrangente Shenzhen Composto avançou 0,80%, a 2.318,92 pontos.

Em outras partes da Ásia, o Hang Seng se valorizou 0,62% em Hong Kong, a 25.102,54 pontos, o sul-coreano Kospi teve alta de 1,40% em Seul, a 2.311,86 pontos, atingindo o maior patamar em 22 meses, e o Taiex registrou ganho de 0,73% em Taiwan, a 12.802,30 pontos.

Exceção, a bolsa japonesa ficou no vermelho, pressionada por ações de empresas aéreas e de concessionárias de serviços públicos. O Nikkei recuou 0,26% em Tóquio, a 22.514,84 pontos.

O secretário do Tesouro dos EUA, Steven Mnuchin, disse na terça que republicanos e democratas pretendem fechar um acordo sobre o próximo pacote fiscal até o final da semana, de forma que o assunto possa ser votado na semana que vem.

Antes disso, Mnuchin afirmou que o governo americano está disposto a implementar medidas de estímulos fiscais por meio de decretos executivos, caso líderes do Congresso não consigam superar suas divergências sobre o pacote.

Com as atenções voltadas para os EUA, uma queda no índice de gerentes de compras (PMI, na sigla em inglês) do setor de serviços chinês ficou em segundo plano. O indicador caiu de 58,4 em julho – que foi o maior em quase uma década – para 54,1 em julho, mas permaneceu acima da barreira de 50 que indica expansão do setor.

Na Oceania, a bolsa australiana encerrou o pregão desta quarta em baixa em meio ao pessimismo com a perspectiva econômica após a adoção de medidas de isolamento destinadas a conter a propagação da covid-19 em Melbourne, segunda maior cidade do país. O S&P/ASX 200 caiu 0,60% em Sydney, a 6.001,30 pontos.

*Com informações da Dow Jones Newswires

Veja também

+ Após foto “com volume” ser derrubada no Instagram, Zé Neto republica imagem usando bermuda

+ Jovem é suspeita de matar namorado com agulha de narguilé durante briga por pastel

+ Baleia jubarte consegue escapar de rio cheio de crocodilos na Austrália

+ MasterChef: mesmo desempregado, campeão decide doar prêmio

+ Morre mãe de Toni Garrido: “Descanse, minha rainha Tereza”

+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago

+ 12 razões que podem fazer você menstruar duas vezes no mês

+ Arqueólogo leva 36 anos para montar maquete precisa da Roma Antiga

+ Senado aprova alterações no Código de Trânsito Brasileiro

+ Por que não consigo emagrecer? 7 possíveis razões

+ O que é pior para o seu corpo: açúcar ou sal?

+As 10 picapes diesel mais econômicas do Brasil

+ Cozinheira desiste do Top Chef no 3º episódio e choca jurados

+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?

+ Educar é mais importante do que colecionar

+ Pragas, pestes, epidemias e pandemias na arte contemporânea