Economia

Maia nega que adiamento de comissão de reforma seja por divergência de mérito

O presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), negou que haja divergência entre as propostas em tramitação sobre a reforma tributária no Congresso. Uma reunião sobre a retomada da comissão mista que trata do tema deveria ter sido realizada nesta quinta-feira, 30, mas foi adiada para a próxima terça-feira.

“Não há divergência entre as propostas, a PEC 45, a 110 e o projeto de lei do governo, eles tratam do mesmo conteúdo”, disse ele em entrevista à CNN Brasil, quando questionado sobre o tema. “Tivemos hoje várias reuniões. As coisas estão caminhando. O importante é se comunicar com a sociedade”, disse.

Lava Jato.

Ainda durante a entrevista, Maia rechaçou a ideia de abrir uma comissão parlamentar de inquérito (CPI) sobre a Lava Jato na Câmara. Há alguns pedidos nesse sentido no parlamento. “Nesse momento não faz nenhum sentido entrarmos nesse debate”, disse ele lembrando da crise atual devido à covid-19.

Veja também

+ Grave acidente do “Cake Boss” é tema de reportagem especial

+ Pudim japonês não tem leite condensado; aprenda a fazer

+ Conheça o phloeodes diabolicus "o besouro indestrutível"

+ MG: Pastor é preso por crime sexual e alega que caiu em tentação

+ Teve o auxílio emergencial negado? Siga 3 passos para contestar no Dataprev

+ Caixa substitui pausa no financiamento imobiliário por desconto de até 50% na parcela

+ Educar é mais importante do que colecionar

+ Descoberta oficina de cobre de 6.500 anos no deserto em Israel

+ Raro fenômeno da lua azul ocorrerá durante o Halloween, saiba o significado

+ 12 razões que podem fazer você menstruar duas vezes no mês

+ Mulher sobe de salto alto montanha de 4 mil metros

+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?

+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago