Geral

Maia nega arrependimento por voto em impeachment de Dilma

Crédito: Reprodução/ TV Cultura

O presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ), afirmou que não se arrepende de ter apoiado e votado a favor do impeachment da ex-presidente Dilma Rousseff (PT), em 2016. Em entrevista ao Roda Viva, da TV Cultura, ele disse ainda que não vê crime atribuído ao presidente Jair Bolsonaro nos mais de 50 pedidos de impeachment protocolados na Câmara.

+ Mourão, sobre ser vice de Bolsonaro em 2022: ‘Estou trabalhando para isso’

“Claro que não me arrependi, a questão do impeachment da presidente Dilma estava dado, votei a favor com muita convicção e tenho até hoje essa convicção”, afirmou.

“Impeachment é uma coisa que devemos tomar muito cuidado, não pode ser instrumento para solução e crises. Tem que ter um embasamento para essa decisão e não encontro ainda nenhum embasamento legal”, opinou sobre os pedidos contra Bolsonaro.

Na entrevista, o presidente da Câmara foi questionado sobre a participação de Bolsonaro em atos antidemocráticos, tema de um dos pedidos de impeachment. “Não que não sejam questões graves, publicamente me manifestei em quase todos esses eventos que o presidente participou.”

“Acho que o presidente comete vários erros, só que tem uma parte da sociedade que apoia o presidente também, apesar de minhas divergências com ele. Não vou ser pressionado para deferir algo que acho que não há crime”, declarou.

Novo coronavírus

De acordo com o deputado, há outra pautas mais importantes para serem discutidas na Câmara como as relacionadas com a crise causada pela pandemia do novo coronavírus. “Vou continuar pautando as matérias que eu entendo, junto com os líderes, deputados e deputadas, que vão impactar na vida das pessoas.”

Questionado sobre como o governo lidou com a pandemia, Maia criticou a postura de Bolsonaro. “Acho que o presidente errou na questão de minimizar o impacto da pandemia, a questão da perda de vidas. Vamos chegar a 100 mil vidas perdidas, acho que ele minimizou isso, criou um falso conflito. O problema da queda da economia não está atrelada ao isolamento ou não: está atrelada ao vírus.”

Veja também

+ MasterChef: mesmo desempregado, campeão decide doar prêmio

+ Ford anuncia local e investimento de US$ 700 milhões em fábrica que criará F-150 elétrico

+ Hubble mostra nova imagem de Júpiter e sua lua Europa

+ RJ: tráfico promete caçar quem gravou equipe do Bravo da Rocinha: ‘Vai morrer’

+ Após morte de cachorro, Gabriela Pugliesi adota nova cadela

+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago

+ Arqueólogo leva 36 anos para montar maquete precisa da Roma Antiga

+ Senado aprova alterações no Código de Trânsito Brasileiro

+ Por que não consigo emagrecer? 7 possíveis razões

+ O que é pior para o seu corpo: açúcar ou sal?

+As 10 picapes diesel mais econômicas do Brasil

+ Cozinheira desiste do Top Chef no 3º episódio e choca jurados

+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?

+ Educar é mais importante do que colecionar

+ Pragas, pestes, epidemias e pandemias na arte contemporânea