Geral

Maia e relatores destacam protagonismo do Congresso na aprovação do novo Fundeb

Crédito: Najara Araújo/Câmara dos Deputados

Rodrigo Maia (Crédito: Najara Araújo/Câmara dos Deputados)

O presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), ressaltou nesta quarta-feira, 26, o papel do Legislativo na aprovação do novo Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica (Fundeb). O presidente assinou hoje, em sessão solene, o documento da promulgação da proposta, que torna o fundo permanente. A proposta foi aprovada ontem no Senado.

“Para um país que já tem uma carga tributária tão alta, a escolha de prioridades é sempre fundamental. E hoje nós fizemos uma escolha e todos nós em conjunto, Câmara e Senado, fizemos a escolha pela Educação. A escolha pelas nossas crianças”, disse.

Discurso semelhante foi adotado pelos relatores da proposta. Durante a sessão solene, a relatora na Câmara, Dorinha Rezende (DEM-TO), destacou que o texto mostra a “maturidade do Congresso” e sua preocupação com a educação básica brasileira. Já o relator no Senado, Flávio Arns (Rede-PR), fez um apelo para os líderes do governo para que trabalhem em conjunto com o parlamento na regulamentação das novas regras do Fundeb.

O Congresso já se antecipa na discussão de propostas para regulamentar o financiamento. O governo ainda não fez sinalizações oficiais, mas parlamentares da base governistas afirmam que o Executivo se envolverá na regulamentação.

Na solenidade desta quarta-feira, o governo foi representado pelos líderes no Congresso, Eduardo Gomes (MDB-TO), e na Câmara, Ricardo Barros (PP-PR). O ministro da Educação, Milton Ribeiro, não participou da cerimônia. A aprovação do novo Fundeb, discutida desde 2015, foi marcada por críticas ao modo como o Ministério da Educação negligenciou o fundo na gestão de Jair Bolsonaro. O governo deixou para se envolver nas negociações sobre o tema na véspera da votação na Câmara.

Veja também

+ Confira 4 dicas para descobrir se o mel é falsificado

+ Conheça o phloeodes diabolicus "o besouro indestrutível"

+ MG: Pastor é preso por crime sexual e alega que caiu em tentação

+ Teve o auxílio emergencial negado? Siga 3 passos para contestar no Dataprev

+ Caixa substitui pausa no financiamento imobiliário por desconto de até 50% na parcela

+ Descoberta oficina de cobre de 6.500 anos no deserto em Israel

+Vídeo mostra puma perseguindo um corredor em trilha nos EUA

+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago

+ 12 razões que podem fazer você menstruar duas vezes no mês

+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?

+ Educar é mais importante do que colecionar