Brasil

Maia, após Bolsonaro falar em ‘porrada’: reação desproporcional, não ajuda o País


O presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), afirmou que “não cabe uma reação desproporcional como a do presidente Jair Bolsonaro”. No domingo (23), o presidente Jair Bolsonaro afirmou ter “vontade de encher de porrada” a boca de um repórter do jornal O Globo em resposta ao questionamento sobre as transferências do ex-assessor parlamentar Fabrício Queiroz à primeira-dama, Michelle Bolsonaro.

“Espero que o episódio de ontem não se repita. Não é bom e não ajuda. Vai criando tensionamentos”, afirmou Maia nesta segunda-feira, em entrevista à Rádio Gaúcha.

Na avaliação do presidente da Câmara, o impacto da frase é “muito negativo, interna e externamente”. Segundo o parlamentar, “os últimos 66 dias foram muito positivos para o Brasil e para o próprio governo. Seria bom que mantivéssemos o mesmo caminho”.

Veja também
+ Gel de babosa na bebida: veja os benefícios
+ Nicole Bahls já havia sido alertada sobre infidelidade do ex-marido
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Chef playmate cria receita afrodisíaca para o Dia do Orgasmo
+ ‘Transo 15 vezes na semana’, diz Eduardo Costa ao revelar tratamento por vício em sexo
+ Mercedes-Benz Sprinter ganha versão motorhome
+ Veja fotos de Karoline Lima, novo affair de Neymar
+ Anorexia, um transtorno alimentar que pode levar à morte
+ Agência dos EUA alerta: nunca lave carne de frango crua
+ Yasmin Brunet quebra o silêncio
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago