Brasil

Maia, após Bolsonaro falar em ‘porrada’: reação desproporcional, não ajuda o País

O presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), afirmou que “não cabe uma reação desproporcional como a do presidente Jair Bolsonaro”. No domingo (23), o presidente Jair Bolsonaro afirmou ter “vontade de encher de porrada” a boca de um repórter do jornal O Globo em resposta ao questionamento sobre as transferências do ex-assessor parlamentar Fabrício Queiroz à primeira-dama, Michelle Bolsonaro.

“Espero que o episódio de ontem não se repita. Não é bom e não ajuda. Vai criando tensionamentos”, afirmou Maia nesta segunda-feira, em entrevista à Rádio Gaúcha.

Na avaliação do presidente da Câmara, o impacto da frase é “muito negativo, interna e externamente”. Segundo o parlamentar, “os últimos 66 dias foram muito positivos para o Brasil e para o próprio governo. Seria bom que mantivéssemos o mesmo caminho”.

Veja também

+ Grave acidente do “Cake Boss” é tema de reportagem especial

+ Pudim japonês não tem leite condensado; aprenda a fazer

+ Conheça o phloeodes diabolicus "o besouro indestrutível"

+ MG: Pastor é preso por crime sexual e alega que caiu em tentação

+ Teve o auxílio emergencial negado? Siga 3 passos para contestar no Dataprev

+ Caixa substitui pausa no financiamento imobiliário por desconto de até 50% na parcela

+ Educar é mais importante do que colecionar

+ Descoberta oficina de cobre de 6.500 anos no deserto em Israel

+ Receita fácil de pão sírio de micro-ondas da Ana Maria Braga

+ 12 razões que podem fazer você menstruar duas vezes no mês

+ Mulher sobe de salto alto montanha de 4 mil metros

+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?

+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago