Brasil

Maia, após Bolsonaro falar em ‘porrada’: reação desproporcional, não ajuda o País

O presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), afirmou que “não cabe uma reação desproporcional como a do presidente Jair Bolsonaro”. No domingo (23), o presidente Jair Bolsonaro afirmou ter “vontade de encher de porrada” a boca de um repórter do jornal O Globo em resposta ao questionamento sobre as transferências do ex-assessor parlamentar Fabrício Queiroz à primeira-dama, Michelle Bolsonaro.

“Espero que o episódio de ontem não se repita. Não é bom e não ajuda. Vai criando tensionamentos”, afirmou Maia nesta segunda-feira, em entrevista à Rádio Gaúcha.

Na avaliação do presidente da Câmara, o impacto da frase é “muito negativo, interna e externamente”. Segundo o parlamentar, “os últimos 66 dias foram muito positivos para o Brasil e para o próprio governo. Seria bom que mantivéssemos o mesmo caminho”.

Veja também

+ 5 benefícios do jejum intermitente além de emagrecer
+ Jovem morre após queda de 50 metros durante prática de Slackline Highline
+ Conheça o phloeodes diabolicus "o besouro indestrutível"
+ 7 tendências de design de interiores que vão bombar em 2021
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Mulher finge ser agente do FBI para conseguir comida grátis e vai presa
+ Zona Azul digital em SP muda dia 16; veja como fica
+ Estudo revela o método mais saudável para cozinhar arroz
+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago
+ Cinema, sexo e a cidade
+ Descoberta oficina de cobre de 6.500 anos no deserto em Israel