Mundo

Mafioso da Camorra retorna à prisão na Itália após 5 meses

Crédito: Reprodução

Mafioso Pasquale Zagaria (Crédito: Reprodução)

ROMA, 22 SET (ANSA) – Colocado em prisão domiciliar por motivos de saúde desde abril, durante a fase crítica da pandemia do novo coronavírus na Itália, Pasquale Zagaria, ligado à máfia napolitana Camorra, retornou à prisão nesta terça-feira (22).

O empreendedor e irmão de Michele Zagaria, chefe do poderoso clã dos Casalesi preso desde 2011, foi transferido nesta manhã para o presídio da Ópera, em Milão.

O mafioso havia sido colocado em prisão domiciliar na casa de um familiar em Brescia por motivos de saúde relacionados à Covid-19 em abril por decisão do Tribunal de Vigilância de Sassari, que fixou o prazo de cinco meses para a medida.

Na ocasião, Zagaria estava submetido ao regime de isolamento total chamado “41 bis”, mas acabou se beneficiando de decisões da Justiça. As autoridades alegaram que as estruturas sanitárias da cadeia da Sardenha, onde ele cumpria pena, não oferecia as condições para se tratar de uma “grave doença”.

A decisão, no entanto, foi alvo de polêmica e colocou em xeque a legitimidade constitucional do decreto do ministro da Justiça, Alfonso Bonafede.

Hoje, porém, o Tribunal de Brescia considerou que as necessidades do mafioso cessaram e, com isso, ele teve que retornar ao presídio. (ANSA)

Veja também

+ Pudim japonês não tem leite condensado; aprenda a fazer

+ Conheça o phloeodes diabolicus "o besouro indestrutível"

+ Mulher sobe de salto alto montanha de 4 mil metros

+ MG: Pastor é preso por crime sexual e alega que caiu em tentação

+ Teve o auxílio emergencial negado? Siga 3 passos para contestar no Dataprev

+ Caixa substitui pausa no financiamento imobiliário por desconto de até 50% na parcela

+ Descoberta oficina de cobre de 6.500 anos no deserto em Israel

+Vídeo mostra puma perseguindo um corredor em trilha nos EUA

+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago

+ 12 razões que podem fazer você menstruar duas vezes no mês

+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?

+ Educar é mais importante do que colecionar