Mundo

Mãe é presa após pai encontrar as três filhas mortas em casa

Crédito: Reprodução/ Facebook

Três crianças sul-africanas morreram estranguladas após se mudarem para a Nova Zelândia com seus pais. As gêmeas de dois anos, Karla e Maya, e sua irmã de seis, Liane, foram encontradas mortas por seu pai, Graham Dickason, na quinta-feira (16).

De acordo com a polícia, a principal suspeita de cometer o crime é Lauren Dickason, mãe das crianças. Ela teve a prisão temporária decretada e está detida. Graham encontrou as filhas mortas após chegar do trabalho. A mulher foi presa no dia seguinte.

A família chegou recentemente à Nova Zelândia e deixou o isolamento obrigatório na semana passada. “O processo de imigração para a Nova Zelândia é extremamente traumático. Eu entendo que o lugar onde a família Dickason teve que passar sua quarentena era basicamente como uma prisão. Você não vê ninguém, sua comida é entregue na sua porta e você só pode sair por cerca de uma hora por dia”, disse um colega do pai das vítima à imprensa.

O colega afirmou ainda que Lauren Dickason teria parado de tomar medicamentos crônicos para garantir que seu pedido de emigração para a Nova Zelândia fosse bem-sucedido. O caso segue sendo investigado.

Saiba mais
+ Mãe de Medina compara Yasmin Brunet a ‘atriz pornô’ e colunista divulga conversa
+ Chamada de atriz pornô, Yasmin Brunet irá processar mãe de Gabriel Medina
+ Mulher divide marido com mãe e irmã mais nova: ‘Quando não estou no clima’
+ Em pose sexy, Cleo Pires afirma: "Amando essa minha bunda grande"
+ Médicos encontram pedaço de cimento em coração de paciente durante cirurgia
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago
+ Tudo o que você precisa saber antes de comprar uma panela elétrica
+ Agência dos EUA alerta: nunca lave carne de frango crua
+ Passageira agride e arranca dois dentes de aeromoça
+ Gel de babosa na bebida: veja os benefícios
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Yasmin Brunet quebra o silêncio