ISTOÉ Gente

Mãe de Paulo Gustavo comenta condenação de pastor que desejou morte do humorista

Crédito: Reprodução/Instagram

Déa Lúcia Amaral, mãe de Paulo Gustavo, usou o Instagram nesta quinta-feira (28) para falar sobre a condenação do pastor José Olímpio, que “orou pela morte do ator”, por homofobia. A sentença foi feita pelo Tribunal de Justiça de Alagoas (TJ-AL).

Larissa Manoela posa de biquíni e encanta seguidores

Advogado da família de diretora de fotografia de “Rust” faz objeção à divulgação de vídeo

O caso ocorreu em abril de 2021, quando o religioso afirmou que estava “orando pela morte” de Paulo, na época, internado com complicações da Covid-19. “Ele orou pela morte de meu filho e eu rezo para que ele viva bastante para se arrepender de seus pecados”, declarou Déa na legenda de uma publicação.

Veja a publicação de Déa:

Instagram will load in the frontend.