Ediçao Da Semana

Nº 2742 - 12/08/22 Leia mais

Monique Medeiros, mãe de Henry Borel, se apresentou na 16ª DP na noite de terça-feira (28) e retornou para a prisão, cumprindo determinação da Justiça. As informações são do G1 e da TV Globo.

Na terça-feira, o desembargador Joaquim Domingos de Almeida Neto, da 7ª Câmara Criminal do Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro, determinou o retorno de Monique Medeiros para a cadeira. Ao lado do ex-vereador Dr. Jairinho, padrastro de Henry, é acusada da morte da criança.

Monique será levada para o Batalhão Especial Prisional da Polícia Militar do Rio, em Niterói.

No início de abril, Monique tinha sido solta, e usaria uma tornozeleira eletrônica, após decisão da 2ª Vara Criminal do Rio. Agora, o desembargador aceitou um recurso do Ministério Público (MP), que reverte essa decisão.

O desembargador Joaquim Domingos de Almeida foi o mesmo que, na última sexta-feira (24), tinha negado um pedido de relaxamento de prisão para Jairinho. Ele afirmou que não há provas ou fatos que justifiquem uma soltura do ex-vereador, acusado de torturar o menino Henry Borel.