Cultura

Mãe de Ellen DeGeneres fala sobre abuso sexual sofrido pela filha

A mãe de Ellen DeGeneres, Betty, de 89 anos, se manifestou pela primeira vez desde que a apresentadora revelou ter sido vítima de abuso sexual pelo padrasto. Na ocasião, Betty não teria acreditado na jovem, que tinha entre 15 e 16 anos.

“Eu sei agora que uma das coisas mais difíceis de se fazer é falar depois de ser abusada sexualmente”, disse Betty.

“Eu amo minha filha e eu gostaria de ter tido a capacidade de escutá-la quando ela me disse o que aconteceu. Eu vivo com esse arrependimento e eu não desejaria isso para nenhum outro pai ou mãe. Se alguém na sua vida tem a coragem de falar, por favor, acredite”, afirmou em um comunicado à NBC News.

Ellen compartilhou sua história para ajudar outras vítimas em um episódio de My Next Guest Need No Introduction, série em que o também apresentador David Letterman entrevista outras personalidades.

Ela contou que sofreu o abuso sexual pelo padrasto, um “homem muito mal” que casou com a mãe dela quando a apresentadora ainda era adolescente. Certo dia, ele teria esperado a mulher sair de casa para cometer o crime, dizendo que precisava tocar nos seios de Ellen para procurar nódulos.

A apresentadora disse que se sente mal por não ter tido forças para confrontá-lo. “É uma história muito, muito horrível e a única razão para eu entrar em detalhes é porque quero que outras garotas jamais deixem alguém fazer isso.”