Brasil

Maduro não foi convidado para posse de Bolsonaro, diz Araújo

SÃO PAULO, 16 DEZ (ANSA) – O futuro ministro das Relações Exteriores, Ernesto Araújo, disse neste domingo (16) que o mandatário da Venezuela, Nicolás Maduro, não foi convidado para participar da posse do presidente eleito, Jair Bolsonaro, no dia 1º de janeiro.   

Em mensagem publicado no Twitter, Araújo disse que “não há lugar para Maduro numa celebração da democracia e do triunfo da vontade popular brasileira. Todos os países do mundo devem deixar de apoiá-lo e unir-se para libertar a Venezuela”.   

Maduro já foi alvo de diversas críticas feitas por Bolsonaro e Araújo. No entanto, ambos ressaltaram que o governo brasileiro continuará acolhendo todos os venezuelanos que entrarem no país.   

“Em respeito ao povo venezuelano, não convidamos Nicolás Maduro para a posse do PR Bolsonaro”. (ANSA)