Gente

Made in France

Crédito: Retouching

A atriz e cantora francesa Yara Charry, 22 anos, veio para o Brasil em 2016 para seguir carreira, mas sempre esteve com a mente voltada para o velho continente. “Nunca perdi minha cultura. Tenho hábitos culinários e me visto ao estilo europeu. Sempre entro em sites e assisto programas de lá”, diz ela, que mora sozinha no Rio de Janeiro e sempre que pode viaja para visitar os pais e o irmão. Sua infância foi repleta de atividades extracurriculares, ao estilo “parisiense”: estudou moda, música clássica, balé, canto, natação. Por isso tão jovem já ostenta um currículo repleto de marcos, como um título de campeã de natação, estágio na Chanel e apresentação de ópera no “Coral de Paris”. Tantas habilidades lhe auxiliam no próximo desafio: participar do programa Popstar, da Rede Globo” “A música sempre foi um hobby, mas com esse programa vi que posso conciliar canto e atuação. Quero cantar os estilos que ouço diariamente, rock, samba, pop, um pouco de tudo, menos metal”.

20 anos de carreira

Chico Cerchiaro

A atriz Júlia Rabello, 37 anos, está a mil. Além de estrelar “Shippados”, sitcom da GloboPlay, e o programa “Fale Conosco”, do GNT, está confirmada no elenco da série “Ninguém Tá Olhando”, da Netflix . Mais: integra o elenco do filme de suspense “Volume Morto”, que estreia em novembro.

Como foi fazer um suspense?
Esse é um lado que gosto muito de exercitar e no qual o grande público não costuma me ver. Tenho 20 anos de carreira, mas faço humor há apenas sete. Um personagem dramático, a mãe de uma criança envolta por todo um suspense.

Qual balanço faz das duas décadas de carreira?
Estudo teatro desde os nove anos, mas comemoro desde
a minha primeira peça profissional. Minha carreira me trouxe grandes alegrias, mas todo mundo tem momentos difíceis. Lembrá-los é importante, há uma batalha árdua no dia a dia que normalmente não se vê.

Algum projeto novo?
Estou começando a escrever uma peça de teatro, assim que tiver agenda vou colocar em cartaz. Teatro é tudo, porque ali temos um domínio maior sobre a arte. Na televisão e no cinema, o trabalho final não está em nossas mãos.

Por dentro do mundo dos surdos

Código Girls

Bela Fernandes, 15 anos, é atriz, modelo e cantora que encanta o público teen e possui mais de quatro milhões de seguidores no Instagram. Ela interpreta Filipa na novela “As Aventuras de Poliana”, do SBT, e no ano que vem estará no filme “O melhor verão de nossas vidas”, no qual vive Carol, uma personagem surda que se apaixona por um nerd da escola. Para o papel, Bela fez aulas de libras e conviveu dois surdos para se aprofundar nesse universo. Uma experiência e tanto. “É uma das personagens mais importantes que já fiz, com certeza vou levar para o resto da minha vida”, diz ela. “Aprendi que eles não gostam de ser chamados de deficientes e que amam a linguagem dos sinais. Meu olhar ficou mais aberto para as coisas, para o sentir e o tocar.”

Processo contra Malafaia

Divulgação

Após distribuir os livros censurados na Bienal do Rio de Janeiro, o youtuber Felipe Neto está sendo ameaçado e entrou com medidas legais para se proteger: uma notícia-crime na Delegacia de Repressão aos Crimes de Informática e uma ação na Justiça contra o pastor Silas Malafaia. Em seu Twitter, Felipe afirmou que foi motivado “após Malafaia ter dito que sou bandido e diversos absurdos”.

Vontade de adotar

Divulgação

A atriz Paula Burlamaqui, 52 anos, reviu o sonho de ter filhos biológicos após viver a Dra. Letícia na novela “Órfãos da Terra”, que contou o drama de imigrantes, adultos e crianças, após abandonarem tudo para tentar a vida em outro país. Paula congelou os óvulos quando estava com muita vontade de ser mãe, mas hoje pensa em adotar e dar acolhimento para quem precisa de um lar.