Mundo

Macron fecha sala de imprensa do Palácio do Eliseu


PARIS, 15 FEV (ANSA) – Uma assessora do presidente da França, Emmanuel Macron, Sibet Ndiaye, confirmou nesta quarta-feira (14) que os jornalistas serão transferidos para um novo local, fora do Palácio do Eliseu.   

O gabinete de Macron decidiu fechar a sala de imprensa, em meio a esforços mais amplos do líder francês para controlar sua imagem. Um conselheiro disse que o presidente pretende acabar com “privilégios” para a imprensa – os jornalistas tinham uma sala no Eliseu havia mais de 40 anos, com presidentes de todas as forças políticas.   

Os repórteres devem ser transferidos para um espaço em uma rua perto do palácio. A decisão teria sido tomada pessoalmente por Macron, para reduzir a cobrança sobre questões públicas. A sala de imprensa, que tem uma grande janela para o pátio do Eliseu, será transformada em uma “sala de reuniões” para os assessores do presidente.   

Após a decisão, a mídia francesa realizou um protesto contra Macron. (ANSA)

Saiba mais
+ Mãe de Medina compara Yasmin Brunet a ‘atriz pornô’ e colunista divulga conversa
+ Chamada de atriz pornô, Yasmin Brunet irá processar mãe de Gabriel Medina
+ Mulher divide marido com mãe e irmã mais nova: ‘Quando não estou no clima’
+ Em pose sexy, Cleo Pires afirma: "Amando essa minha bunda grande"
+ Médicos encontram pedaço de cimento em coração de paciente durante cirurgia
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago
+ Tudo o que você precisa saber antes de comprar uma panela elétrica
+ Agência dos EUA alerta: nunca lave carne de frango crua
+ Passageira agride e arranca dois dentes de aeromoça
+ Gel de babosa na bebida: veja os benefícios
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Yasmin Brunet quebra o silêncio