Geral

Macaco com 17 milhões de seguidores morre ao ir a veterinário para tratar os dentes

Crédito: Reprodução/Instagram

Macaco com 17 milhões de seguidores morre ao ir a veterinário para tratar os dentes (Crédito: Reprodução/Instagram)


Um fenômeno nas redes sociais, o macaco George morreu na última segunda-feira (07), enquanto estava no veterinário fazendo um check-up de rotina nos dentes. O animal sofreu complicações decorrentes da anestesia.

Pets viram arte ao serem fotografados de forma inusitada

Juíza nega habeas aos macacos-prego Chiquinho e Catarina e mantém guarda do Ibama

Confira o Top 10 de nomes de pets mais populares inspirados no cinema 

Com 12 anos, George acumulava mais de 17 milhões de seguidores na plataforma de vídeo TikTok e mais de 500 mil fãs no Instagram. Muitos dos clipes compartilhados nas plataformas de mídia social eram dele abrindo presentes que havia recebido dos internautas.

Nos últimos 10 anos, o macaquinho morava com uma família no Texas, nos Estados Unidos. “George era leve quando as coisas pareciam difíceis. E ele foi uma lembrança do amor que existe em todos nós”, publicou a família. “Embora a vida divertida de George tenha acabado, seu espírito de esperança e amor continua vivo. Nós te amamos, George”, concluiu.

Saiba mais
+ Homem acusado de matar a mãe e a tia é retirado de audiência por miar
+ Receita fácil de cupcakes para comemorar o Halloween
+ As 20 Picapes mais vendidas em 2021
+ Expedição identifica lula gigante responsável por naufrágio de navio em 2011
+ Tudo o que você precisa saber antes de comprar uma panela elétrica
+ Sprinter vira motorhome completo; conheça o modelo
+ Médicos encontram pedaço de cimento em coração de paciente durante cirurgia
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago
+ Agência dos EUA alerta: nunca lave carne de frango crua
+ Passageira agride e arranca dois dentes de aeromoça
+ Gel de babosa na bebida: veja os benefícios
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Yasmin Brunet quebra o silêncio