Esportes

Luxemburgo reclama de críticas e se diz satisfeito com mudanças no Palmeiras

Vanderlei Luxemburgo voltou a sorrir nesta quarta-feira. Incomodado com o desempenho do Palmeiras nas últimas semanas, o técnico não escondeu a alegria diante da goleada de 5 a 0 sobre o Bolívar, no Allianz Parque, pela fase de grupos da Copa Libertadores. Ele disse estar satisfeito com as mudanças promovidas na equipe e voltou a reclamar das críticas, que considera excessivas.

O treinador promoveu diversas alterações na equipe nesta noite, em São Paulo. Tanto no jeito de jogar quanto na escalação. Foram cinco novidades: Bruno Henrique, Raphael Veiga, Wesley, Willian e Rony. As mudanças tiveram por motivo dar descanso a alguns titulares, conceder nova chance a outros e, claro, dar sequência à busca do treinador pela melhor formação do time, que não convence no Brasileirão.

“Acho que a escalação foi boa, nesse momento, eu gosto dessa forma de jogar, mas eu preciso que o jogador me convença que ele tem que jogar, não eu que tenho que convencê-lo a jogar. Se fizerem por merecer, vão jogar. E treinamento também faz com que você possa jogar ou estar no banco, faz parte de um processo como um todo”, declarou Luxemburgo, sem indicar quem deve permanecer na equipe titular após a goleada.

A vitória deixou o Palmeiras com a melhor campanha da Libertadores no momento e também aliviou as críticas ao time, que vinha de cinco partidas sem vencer em seu estádio – trata-se da pior marca na nova arena. De quebra, o time empatou por 1 a 1 com o Flamengo, desfalcado de quase duas dezenas de jogadores em razão da covid-19. O time carioca mandou a campo um time recheado de garotos. Mesmo assim, o Palmeiras não conseguiu vencer no Allianz Parque.

“Não consigo entender o exagero nas críticas. Elas podem e devem existir, fazem parte da minha profissão, mas tem tantas coisas boas que estão acontecendo no nosso trabalho. Há exagero em algumas situações que acontecem no futebol”, declarou Luxemburgo, que lembrou da sólida campanha na Libertadores e da razoável quarta colocação na tabela do Brasileirão.

“Se pegar nossa posição na tabela do Brasileiro, ela é boa. Na Libertadores, nem precisa falar. Tem algumas pessoas que não gostam de mim e dão a porrada quando pega uma oportunidade. Acontece que o casco é duro, e ele deve falar ‘p… m…, esse cara ganhou de novo’. Desculpem o palavrão”, afirmou o técnico, entre risos.

Já garantido na fase de oitavas de final, o time paulista lidera o Grupo B da Libertadores, com 13 pontos, sendo quatro vitórias, um empate e nenhuma derrota até agora. Na sexta e última rodada da fase de grupos, o Palmeiras vai receber o lanterna Tigre no dia 21 de outubro, novamente no Allianz Parque.

Veja também

+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Mulher finge ser agente do FBI para conseguir comida grátis e vai presa
+ MasterChef: Fogaça compara prato com comida de cachorro
+ 10 coisas que os pais fazem em público que envergonham os filhos
+ Zona Azul digital em SP muda dia 16; veja como fica
+ Veja os carros mais vendidos em outubro
+ Baleia jubarte quase engole duas mulheres em caiaque; veja o vídeo
+ Conheça o phloeodes diabolicus "o besouro indestrutível"
+ Estudo revela o método mais saudável para cozinhar arroz
+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago
+ Cinema, sexo e a cidade
+ Descoberta oficina de cobre de 6.500 anos no deserto em Israel