Esportes

Luxa defende elenco do Palmeiras e afirma: ‘Crítica ao trabalho procede’

Vanderlei Luxemburgo blinda o grupo palmeirense e pede para a torcida não 'crucificar A, B ou C'. Ele reconhece que o time pode render mais após mais um tropeço no Brasileirão

Luxa defende elenco do Palmeiras e afirma: ‘Crítica ao trabalho procede’

Vanderlei Luxemburgo concedeu entrevista coletiva após o sétimo empate do Palmeiras neste Brasileirão 2020, hoje diante do Flamengo, no Allianz Parque. O comandante do Verdão admitiu que o time está devendo futebol, mas pediu para torcida não escolher jogador para crucificar.

– Não adianta o torcedor crucificar A, B ou C e ficar ‘matando’ jogador. As críticas ao time procedem, o time não está conseguindo resolver os seus problemas, mas os jogadores têm procurado se empenhar para fazerem o seu melhor. A cobrança do torcedor existe e é forte. A equipe pode render mais e tem como render mais. Estamos trabalhando para isso. Temos espaço para produzir mais do que estamos produzindo – disse Luxemburgo.

​- Não gosto de falar individualmente de jogador não, ele teve a oportunidade dele, como outros jogadores. As pessoas estão ficando presas no nome do jogador. Essa oscilação existe no jovem, é normal, do jogo. Esse elenco é o que temos até o final da temporada, com a possibilidade de vir uma ou outra contratação – finalizou o técnico alviverde.

O Palmeiras volta a campo nesta quarta-feira (30), quando recebe o Bolívar, no Allianz Parque, pela Copa Libertadores 2020.

Veja também

+ A incrível história do judeu que trabalhou para os nazistas na Grécia

+ Teve o auxílio emergencial negado? Siga 3 passos para contestar no Dataprev

+ Caixa substitui pausa no financiamento imobiliário por desconto de até 50% na parcela

+ Descoberta oficina de cobre de 6.500 anos no deserto em Israel

+Vídeo mostra puma perseguindo um corredor em trilha nos EUA

+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago

+ 12 razões que podem fazer você menstruar duas vezes no mês

+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?

+ Educar é mais importante do que colecionar