Esportes

Lutadora do UFC se torna primeira atleta patrocinada por empresa de CBD no Brasil e defende legalização da maconha

Lutadora do UFC, Livinha Souza se tornou a primeira atleta de alto rendimento patrocinada por uma empresa de CBD e, sem medo de críticas, defende a legalização da maconha no Brasil; veja a entrevista completa: 

Lutadora do UFC se torna primeira atleta patrocinada por empresa de CBD no Brasil e defende legalização da maconha

Livinha Souza defende a legalização da maconha (Foto: Divulgação)


Com três vitórias contabilizadas em suas quatro lutas realizadas no Ultimate, Livinha Souza tem mais um desafio pela frente na organização neste sábado (6), quando terá pela frente a compatriota Amanda Lemos no card do UFC 259, em Las Vegas (EUA). Promissora dentro do octógono e com um cartel de 14 triunfos e apenas duas derrotas no MMA, a brasileira também é conhecida por ser bem ativa nas redes sociais, onde se notabilizou por um posicionamento firme sobre assuntos que geram debates e discussões no Brasil.

Através de suas mídias, Livinha já deixou claro que é a favor da legalização da maconha no país, ressaltando que o uso medicinal da Cannabis pode trazer benefícios no tratamento de diversas doenças, entre outros fatores. Tal posicionamento levou a paulista, de 29 anos, a ser patrocinada pela USA Hemp Brasil, empresa especializada em levar CBD para o Brasil, de acordo com a nova legislação da Anvisa. Com isso, Livinha Souza se tornou a primeira atleta de alto rendimento com patrocínio de Cannabis no Brasil.

A Cannabis, vale ressaltar, é um gênero de plantas originárias da Ásia, que tem em sua família plantas como a maconha e o cânhamo. A maconha é considerada no Brasil, e em vários outros países, uma droga ilícita, devido ao alto teor de THC, que é o principal elemento tóxico e psicoativo da planta. Por outro lado, o cânhamo, que tem várias propriedades iguais da maconha, tem baixos níveis de Tetrahidrocanabinol (THC<1%), e isso faz com que seja muito visada para fins terapêuticos. No cânhamo, há a presença do Canabidiol (CDB), principal componente extraído para fins terapêuticos

Livinha Souza vai receber acompanhamento médico de um profissional especialista em CBD, que vale ressaltar, é o Canabidiol, um dos compostos canabinóides obtidos da maconha. Ele é biologicamente ativo, porém não psicoativo, e está liberado no Brasil, onde é necessário ter uma receita médica e a mesma precisa ser aprovada pela Anvisa, visando a autorização e importação do produto. Neste caso, os produtos direcionados à lutadora serão importados pela USA Hemp Brasil, através do projeto “Atleta Cannabis”.

– É uma oportunidade ímpar de tirar esse preconceito e tratar como medicina e recreação, assim como é nos Estados Unidos. Tem uma tributação ímpar e um recebimento pelas pessoas que usam para tratar vários problemas crônicos, que estão dando excelentes resultados. Pretendo representar a empresa da melhor forma, primeiramente como medicinal, e se um dia tiver a legalização total para o THC recreacional e para o CBD, precisa ter todo o aporte do governo para ser legalizado como o medicamento que é – disse Livinha, que pretende tornar o tema mais aberto, e não mais como um “tabu” no Brasil.

+ Passageira agride e arranca dois dentes de aeromoça

– É só colocar vídeos de crianças que têm epilepsia, pessoas que têm depressão e várias doenças associadas a medicamentos prejudiciais, que causam câncer, outros transtornos, e ver o resultado de melhora… A tributação e a economia que geram nos Estados Unidos. Nosso país é muito atrasado e hipócrita, porque não se permite legalizar maconha, mas tem mortalidade total, entre outros vários problemas ligados a órgãos públicos e privados – afirmou a lutadora, que conta com o apoio do projeto “Atleta Cannabis”, liderado pela USA Hemp Brasil, para auxiliar em sua rotina profissional.

– Com certeza, vai ser importante para conseguirmos usar no nosso dia a dia, que é um medicamento eficaz, que muitos atletas do UFC e fora do UFC, na América e na Europa, usam, e é cientificamente comprovado. Isso vai me ajudar muito e, certamente, vou defender essa bandeira que ajuda muitas famílias, gera muita renda e é algo legítimo -.

Diretora da USA Hemp Brasil, Corina Silva deu mais detalhes sobre os objetivos da empresa e também contou mais detalhes sobre o acordo com a atleta Livinha Souza, que faz parte do plantel do UFC desde 2018.

– A USA Hemp busca, em sua essência, promover o uso acessível do CBD para todos. A Livinha, com toda a sua história de superações e conquistas, está dentro do perfil de pessoas que compõem nossa empresa. Sendo assim, tê-la como uma representante dos nossos valores e missão nos ajudará a atingir ainda mais pessoas que precisam. A USA Hemp tem grande identificação com a ela e sabemos que, no Brasil, muitos atletas, médicos e a população são abertamente contra o tratamento e o uso de medicamentos derivados da cannabis por falta de conhecimento e preconceito.

Livinha se destaca há muito tempo com seus resultados no MMA e no UFC, e também por se posicionar sem medo diante de temas polêmicos, como o próprio uso da cannabis. Buscamos atletas que representem essa nova fase do mundo, desmistificando a proibição de uma planta que tem grande potencial médico no tratamento de doenças graves e na recuperação dos esportistas, sem o uso de remédios que comprometam a saúde física e mental a longo prazo. Existe uma sinergia muito grande entre nossa empresa e o que a Livinha fala sobre a cannabis e seus benefícios. Para nós, como uma empresa fundada por brasileiros, é maravilhosa a oportunidade de podermos apoiar uma atleta como ela, com sua garra, determinação, resiliência e valores que são basilares para o espírito da USA Hemp, com compromisso e respeito.

Essa é a primeira vez que apoiamos um atleta do tamanho da Livinha, e não temos dúvida que ela é a pessoa perfeita para representar essa bandeira entre os lutadores de UFC no Brasil. A Lívia já falava sobre os benefícios da cannabis em suas redes sociais, desde que o UFC permitiu o uso por seus atletas devido às inúmeras aplicações terapêuticas, e nossa parceria confirma e dá apoio para que ela continue falando e levando informação através dessa bandeira para mais atletas no Brasil. A nossa empresa espera que a atleta Livinha Souza continue com a sua postura, assim como no octógono: sem medo de enfrentar grandes adversários. Torcemos pelo seu sucesso pessoal e profissional, no qual vamos proporcionar todos os produtos para que Livinha conquiste vitórias importantes e potencialize o seu desempenho até a conquista do cinturão – disse Corina, que por fim, falou mais sobre o projeto “Atleta Cannabis”.

– Nós fazemos parte do projeto Atleta Cannabis com vários esportistas. É uma iniciativa pioneira no país, que busca demonstrar os benefícios da cannabis para atletas que vão, desde competidores de alto nível, até os atletas do fim de semana. Já temos um grupo de atletas que representarão a USA HEMP e estamos incrivelmente orgulhosos dessa parceria. Esses atletas relatarão a sua rotina de treinamentos e como nossos produtos com extrato de cannabis potencializam seus resultados e diminuem os impactos de uma rotina intensa de prática esportiva. Em uma parceria incrível com profissionais que fazem parte do ecossistema da cannabis medicinal no Brasil, temos o DR. Pedro Melo e a clínica CBDoctors, que prestará todo acompanhamento médico a esses atletas, além de acompanhamento de desempenho, fornecimento de medicamentos e suporte em todo o processo.

Temos também o acompanhamento e apoio do fundador do Atleta Cannabis, Fernando Paternostro, que dará todo o apoio que os atletas precisarem. No caso da Livinha, ela receberá toda medicação e suporte necessário da USA Hemp na questão dos medicamentos certos para uma atleta como ela, além de um acompanhamento médico integral feito pelo Dr. Pedro Melo. Esperamos que mais atletas no Brasil possam aderir a esse movimento pró-cannabis medicinal para que possamos desmistificar ainda mais o uso dessa planta para fins medicinais – encerrou.

Veja também
+ Casamento de Ana Maria Braga chega ao fim após marido maltratar funcionários, diz colunista
+ Casamento de Ana Maria Braga chega ao fim após marido maltratar funcionários, diz colunista
+ Conheça a eficácia de cada vacina no combate à Covid-19
+ Veja fotos de Karoline Lima, novo affair de Neymar
+ Lázaro Barbosa consegue fugir de novo da polícia após tiroteio
+ Gracyanne Barbosa dança pole dance com novo visual
+ Agência dos EUA alerta: nunca lave carne de frango crua
+ Após processar nora, mãe de Medina a acusa de ter destruído sua casa; veja fotos
+ Yasmin Brunet quebra o silêncio
+ Fondue de chocolate com frutas fácil de fazer
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago