Esportes

Luiz Adriano volta a treinar em campo, mas segue como dúvida no Palmeiras

Após realizar trabalhos internos ao longo da semana, o atacante Luiz Adriano voltou a treinar em campo nesta sexta-feira, na Academia de Futebol. Ele segue como dúvida no Palmeiras para o jogo contra o Bahia, neste domingo, na Fonte Nova, pela 33ª rodada do Campeonato Brasileiro.

Luiz Adriano realizou atividades à parte com o preparador físico Thiago Maldonado. O atacante não tem lesão, mas foi preservado pela comissão técnica do clássico contra o Corinthians, no último sábado. Ele havia tido uma contratura na coxa direita em 9 de outubro e voltou a atuar em 6 de novembro, quando sentiu um incômodo na região.

De acordo com o clube, Luiz Adriano tem sensibilidade na região do adutor da coxa direita. Por causa disso, ele realizou trabalhos específicos de fortalecimento nos últimos dias.

Com a dúvida sobre Luiz Adriano, uma provável escalação do Palmeiras para enfrentar o Bahia tem: Weverton; Marcos Rocha, Luan, Vitor Hugo e Diogo Barbosa; Felipe Melo (Ramires), Bruno Henrique e Gustavo Scarpa; Dudu, Zé Rafael e Deyverson (Luiz Adriano).

O zagueiro Gustavo Gómez está à disposição da seleção paraguaia e será substituído por Luan. No meio de campo, no treino da última quinta, Mano Menezes chegou a testar Ramires na vaga de Felipe Melo.

Veja também

+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Mulher finge ser agente do FBI para conseguir comida grátis e vai presa
+ MasterChef: Fogaça compara prato com comida de cachorro
+ 10 coisas que os pais fazem em público que envergonham os filhos
+ Zona Azul digital em SP muda dia 16; veja como fica
+ Veja os carros mais vendidos em outubro
+ Baleia jubarte quase engole duas mulheres em caiaque; veja o vídeo
+ Conheça o phloeodes diabolicus "o besouro indestrutível"
+ Estudo revela o método mais saudável para cozinhar arroz
+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago
+ Cinema, sexo e a cidade
+ Descoberta oficina de cobre de 6.500 anos no deserto em Israel