Cultura

Luisa Mell usa imagem de Anitta para pedir doações: ‘me perdoa’

Luisa Mell, apresentadora e ativista dos direitos animais, usou a imagem de sua amiga Anitta em uma postagem em seu Instagram para pedir doações nesta quinta-feira, 30.

“Anitta, me perdoa amiga, mas a situação em Minas Gerais está desesperadora. As ONGs de animais perderam tudo”, justificou. Devido às chuvas, o Estado já conta com 44,9 mil desalojados e 55 mortes foram confirmadas. Tribunais, parques e zoológicos precisaram ser fechados.

Na sequência, explicou: “Neste sábado, no Morumbi Shopping, em nosso evento de adoção, faremos uma grande arrecadação para levarmos para Minas Gerais! Peço desculpa por usar sua imagem. Tive que usar sua foto para tentar [fazer com] que as pessoas prestassem atenção!”

Luisa Mell pediu produtos de higiene pessoal, alimentos, cobertores, lençóis, água, colchões, ração, vermífugos, coleiras e remédios como doações.

A publicação recebeu o aval de Anitta: “Sendo para o bem você pode fazer o que quiser com minha imagem. Tem agência e conta para depósito?”.


+ Grávida do quinto filho, influenciadora morre aos 36 anos
+ Após assassinar a esposa, marido usou cartão da vítima para fazer compras e viajar com amante

Clique aqui

Veja também

+ 5 benefícios do jejum intermitente além de emagrecer
+ Jovem morre após queda de 50 metros durante prática de Slackline Highline
+ Conheça o phloeodes diabolicus "o besouro indestrutível"
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Previsões de Nostradamus para 2021: Asteróide e ‘fim de todo o mundo’
+ 6 fotos em que o design de interiores do banheiro foi um fracasso total. Confira!
+ De biquíni verde cavado Lívia Andrade arranca elogios da web ao tomar banho de sol
+ Mulher finge ser agente do FBI para conseguir comida grátis e vai presa
+ Zona Azul digital em SP muda dia 16; veja como fica
+ Estudo revela o método mais saudável para cozinhar arroz
+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago
+ Cinema, sexo e a cidade
+ Descoberta oficina de cobre de 6.500 anos no deserto em Israel