ISTOÉ Gente

Luisa Mell conta que ainda não superou trauma de violência médica

Luisa Mell conta que ainda não superou trauma de violência médica

Luisa Mell contou que ainda está pensando se entrará na Justiça após sofrer uma violência médica. A ativista foi submetida a uma lipoaspiração não autorizada nas axilas enquanto estava desacordada.


+ ‘Ainda choro’, diz Luísa Mell sobre lipoaspiração sem seu consentimento
+ Luisa Mell chama Carla Zambelli de mentirosa e desinformada; entenda polêmica
+ Repórter da Globo é assaltada e tem contas bancárias invadidas

“Ainda estou pensando. Quando tornei público o assunto, estava tão alucinada que nem tinha me dado conta de que estava com 47 quilos. Foi muito importante falar, porque não falar era uma outra violência. Mesmo assim, está longe de estar superado, estou fazendo terapia e estou medicada, mas é bem difícil. Umas das piores coisas que me aconteceram. Eu nunca achei que isso fosse possível, é algo que nem passa pela sua cabeça. Não acreditei, demorei muito tempo para conseguir lidar com isso. Me pergunto por que mereci uma coisa tão ruim. Tento pensar que é para conseguir ajudar alguém falando disso”, contou em conversa com a coluna de Patrícia Kogut.

“Muita gente me procurou dizendo que sofreu com isso, até a Xuxa me respondeu. Foi importante, porque muita gente nem sabia que isso existia. Espero que assim eu tenha evitado que outras pessoas passem por isso, porque é devastador. Eu só não morri porque tenho um filho, mas o lugar para onde fui era muito sombrio. É o seu corpo, sabe? Espero de verdade que essa exposição toda, essa tristeza toda, sirva para que ninguém mais passe por isso. Muita gente poderia não aguentar”, desabafou.