Esportes

Luís Castro vê dois tempos distintos, mas valoriza ambição do Botafogo: ‘Cada jogo como uma batalha’

Português disse que os cariocas não conseguiram dominar o jogo no primeiro tempo, mas foram mais fortes na etapa final. Equipe  assumiria a liderança em caso de vitória em Minas

Luís Castro vê dois tempos distintos, mas valoriza ambição do Botafogo: ‘Cada jogo como uma batalha’

em Minas (Foto: Vítor Silva/Botafogo)

O Botafogo teve muita dificuldade na criação e pouco incomodou o América-MG no primeiro tempo. No entanto, com as alterações de Luís Castro, o time foi mais ofensivo na etapa final e conseguiu sair de campo com o empate em 1 a 1 no Independência. Em coletiva de imprensa, o português analisou o desempenho do time e enxergou a partida com dois tempos distintos.


+ Botafogo ultrapassa Fluminense: saiba os clubes do Brasil com mais sócios-torcedores

– Foi um primeiro tempo totalmente dominado pelo América. Tivemos dificuldades de colocar pressão. Eles acharam espaços na nossa defesa. No segundo tempo, dominamos o jogo. Às vezes, é difícil fazer a equipe voltar aos trilhos. É um jogo de duas partes, claramente – salientou, e em seguida emendou:

+ Confira e simule a tabela do Campeonato Brasileiro

– Tivemos que fazer várias mudanças na equipe. Jogamos em 3-3-4 em alguns momentos. Conseguimos pressionar o América. Houve um longo período do jogo em que não conseguimos finalizações. Não é que não chegávamos, mas não conseguimos finalizar. Nós tentamos o ataque, mas não conseguimos chegar próximos do gol – afirmou.

Com o empate, o Glorioso perdeu a chance de dormir na liderança do Campeonato Brasileiro. Apesar do resultado, Luís Castro valorizou o empenho e afirmou que irá trabalhar para que o Botafogo evolua a cada jogo.

+ Erison vê Botafogo em evolução e valoriza empate com o América-MG: ‘Todos estão de parabéns’

– Às vezes, no futebol, nós colocamos muitos “ses”. O futebol é o que é. Estamos com 12 pontos, temos feito bons resultados fora, em casa oscilamos mais. Somos uma equipe que encara cada jogo como uma grande batalha. O que vemos no Brasileirão é equipes que não conseguem controlar os jogos totalmente. Somos uma equipe dessas. Uma equipe que luta pelos três pontos, com determinação e ambição – disse, e em seguida acrescentou:

– Aquilo que vai ser a equipe no futuro. Prevemos nas nossas cabeças o que gostaríamos de ser. Mas acontece muita coisa pelo meio. Temos uma equipe determinada, que encara cada jogo como uma batalha a ser ganha. Não olhamos o adversário, nada. Jogamos sempre com ambição de ganhar. Quando os adversários são melhores do que nós, temos que parabenizar. Vamos continuar no nosso caminho de ser cada vez melhor do que no jogo anterior – explicou.

+ ATUAÇÕES: Erison salva Botafogo de derrota e recebe maior nota diante do América-MG

O próximo compromisso do Botafogo, pela oitava rodada do Campeonato Brasileiro, será no domingo, às 16h, contra o Coritiba, no Couto Pereira.