ISTOÉ Gente

Luan Santana comenta indicações ao Prêmio MultiShow: ‘Quero sempre escrever minha história’

Crédito: Divulgação

O cantor Luan Santana foi indicado em três categorias no Prêmio MultiShow 2021. São elas: ‘Música do ano’, ‘Clipe TVZ do ano’ e ‘Cantor do ano’. Em entrevista a ISTOÉ Gente, o sertanejo comentou sobre o feito. “Quero sempre escrever minha história com os meus fãs e conquistar o mundo que, junto com a minha nova gravadora, a Sony, e a minha equipe, vão me ajudar a mostrar a música e o romantismo do Brasil pro resto do mundo. Gosto de ser indicado, ainda mais ‘O Cantor Mais Indicado’, mas o meu público já é o meu maior troféu”.

+ Luan Santana encontra cobra em sua mansão e aciona equipe de emergência
+ Sertanejo Zé Neto paga R$ 7 milhões à vista em sua nova mansão

+ Menina de 11 anos que estava desaparecida é encontrada acompanhada de homem que conheceu nas redes
+ Mistério: mulher descobre que não é a mãe biológica de seus próprios filhos

Luan também aproveitou a entrevista para falar sobre a mudança no formato da votação do prêmio. “Desde que o Multishow mudou o formato de votação aos indicados, tirando do voto popular, na primeira fase, e passando para uma academia formada por 500 integrantes do mercado fonográfico, formadores de opinião e de entretenimento, eu só concorri a melhor clipe TVZ (2019 com ‘Vingança’ e , 2020, ‘Asas’. E, pela primeira vez, não ganhei. Estou voltando este ano e disputando em três categorias por – mérito ao MultiShow nesse ponto – votação popular: música do ano (‘Morena’), melhor clipe (‘Morena’) e cantor do ano”.

“Agradeço os profissionais envolvidos pela indicação e, agora, conto com o meu público na votação dos finalistas. Creio que, quando a votação é popular, em todas as fases, o prêmio é mais genuíno. Respeito que eles mudaram o modelo de escolha dos indicados, mas isso não muda em nada a forma como sempre vou conduzir a minha carreira: investindo e produzindo muito, pensando sempre no melhor a oferecer aos meus fãs”, continuou.

Por fim, o sertanejo falou sobre a importância de existir um prêmio como esse, principalmente para o mercado da arte da música brasileira: “A gente faz parte de um país continental, em que a diversidade cultural é imensa, com uma democracia musical que não existe em nenhum lugar do mundo. Somos em muitos artistas e de muitos ritmos musicais, natural que, entre cinco indicados para cada categoria, faltem – na lista- tantos bons e grandes talentos. O importante é a iniciativa de premiar e movimentar um mercado da arte e da música brasileira, que é popular e fascinante em todos os gêneros”.

Luan Santana e outros cantores indicados, como Israel e Rodolffo, João Gomes, Dilsinho, Matheus Fernandes e Menos e Mais, fazem parte do casting da Caldi Comunicação. Para votar e conferir os outros indicados, acesse o site oficial do Prêmio Multishow.