Esportes

Luan Peres revela perfeccionismo de Sampaoli no Santos: ‘Sempre acha um defeito’

O Santos vem embalado por quatro vitórias consecutivas no Campeonato Brasileiro, mas nem tudo tem agradado ao técnico Jorge Sampaoli. Na preparação para encarar o São Paulo, em clássico agendado para a Vila Belmiro, no sábado, o zagueiro Luan Peres revelou que o treinador realizou cobranças por erros cometidos no triunfo por 3 a 0 sobre o Goiás, no último fim de semana.

A postura do treinador é vista como importante para o time não se acomodar, especialmente às vésperas de um clássico entre rivais que vivem momentos opostos – enquanto o Santos venceu os últimos quatro duelos, o São Paulo perdeu os dois jogos mais recentes, ambos no Morumbi, o que inclusive provocou protestos dos seus torcedores.

“A gente acompanha os jogos do São Paulo. Hoje, ele vai começar a mostrar os vídeos do time do São Paulo. Ontem mostrou nossos defeitos contra o Goiás. Ele sempre acha. Mas claro que já assistimos, vêm de duas derrotas e se perderem vão ficar distantes do objetivo deles. Não podemos acomodar. Vamos jogar como sempre vêm jogando”, disse Luan Peres, em entrevista coletiva no CT Rei Pelé.

No sábado, basta um empate ao Santos para garantir sua classificação à Copa Libertadores de 2020, ainda que para as fases preliminares. Mas Luan Peres deixou claro que a meta é maior: ficar entre os quatro primeiros colocados do Brasileirão, para que o time inicie o torneio continental já pela etapa de grupos. E essa possibilidade está próxima, pois a vantagem para o quinto colocado São Paulo está em 12 pontos.

“Não queremos o G6, queremos o G4. A gente sabe que uma vitória contra o São Paulo não garante matematicamente, mas praticamente. Ainda faltam seis jogos, mas queremos conquistar esse vaga o quanto antes”, disse.

A tendência é que Luan Peres fique como opção no banco de reservas do Santos diante do São Paulo, após ser titular contra o Goiás, no último sábado, quando Gustavo Henrique estava suspenso. De qualquer forma, o zagueiro está de sobreaviso, pois o companheiro ainda se recupera de uma gripe. Com seis jogos disputados pelo time, só atuou uma vez na Vila Belmiro e ainda não participou de clássicos pelo Santos.

“Ele está com gripe, eu fiz os dois treinos. Não sei como ele está. Se precisar jogar, estou apto. Quero jogar. Ele vive um grande momento, respeito, é um baita zagueiro. Não sei se ele vai entrar, mas estou na expectativa”, disse. “Jogador quer jogar sempre, ainda mais um clássico em casa. Brinco com meus amigos e com meus pais que só jogo fora de casa. Na Vila, só tenho um jogo. O que importa é jogar, estou feliz pelas oportunidades que tenho recebido”, acrescentou.