Economia

Londres lança campanha publicitária e planos fronteiriços pós-brexit

Londres lança campanha publicitária e planos fronteiriços pós-brexit

Campanha publicitária do pós-Brexit é lançada em 13 de julho de 2020 - AFP

O Reino Unido lançou outra campanha publicitária do Brexit nesta segunda-feira, pedindo que empresas e indivíduos se prepararem para cortar os laços com a União Europeia no final deste ano, e apresentando propostas detalhadas sobre o futuro gerenciamento de suas fronteiras.

A campanha, destinada a britânicos que viajam para a UE, empresas que negociam com o bloco e cidadãos da comunidade residentes no Reino Unido, apresenta anúncios de TV, rádio e internet sob o título “O novo começo do Reino Unido: vamos em frente”.

O país deixou a UE em 31 de janeiro, mas passa por um período de transição até o final do ano, enquanto negocia um acordo comercial com Bruxelas, travado em pontos-chave.

Voltou a surgir, assim, uma preocupação com um rompimento brutal em 31 de dezembro.

O governo de Boris Johnson afirma ter começado os preparativos e divulgou nesta segunda-feira um documento de 206 páginas descrevendo como planeja gerenciar suas fronteiras.

+ Menina engasga ao comer máscara dentro de nugget do McDonald’s

Estes abrangem todos os aspectos do comércio com a Europa, desde a importação e exportação de diamantes brutos até de água potável engarrafada.

E opta por uma aplicação escalonada da nova lei nas fronteiras durante os primeiros seis meses de 2021, com controles menos pesados a princípio para mercadorias provenientes do bloco.

É “um passo importante que dá às empresas a certeza e a direção que precisam para se preparar”, disse o ministro do Gabinete Michael Gove, encarregado de implementar o Brexit.

“Estamos empenhados em trabalhar em estreita colaboração com as empresas e a indústria fronteiriça para ajudar a obter não apenas uma fronteira totalmente operacional no final do período de transição, mas também a fronteira mais eficaz e segura do mundo até 2025”, acrescentou.

Na segunda-feira, anúncios com o slogan “check, change, go” (“verificar, mudar, ir”) começaram a aparecer nos jornais e sites governamentais, publicando recomendações como a de que os viajantes comprem seguro de viagem completo e verifiquem a política do em roaming em seus telefones móveis. Ou que os donos de animais entrem em contato com um veterinário pelo menos quatro meses antes de viajar para o exterior.

De acordo com um estudo publicado nesta segunda-feira pela associação do Institute of Directors, três quartos das empresas britânicas não estão prontas para o Brexit devido à pandemia de coronavírus e à falta de detalhes sobre as condições efetivas da saída do bloco.

Veja também

+ Avaliação: Chevrolet S10 2021 evoluiu mais do que parece

+ Jack Daniel’s com maçã começa a ser vendido no Brasil

+ No Twitter, aparecem fotos do navio que transportou nitrato de amônio para Beirute

+ Ex-Ken humano, Jéssica Alves mostra o novo corpo e web critica: ‘Tá deformada’

+ Enio Mainardi, publicitário e pai de Diogo Mainardi, morre de covid-19

+ Grosseria de jurados do MasterChef Brasil é alvo de críticas

+ Gésio Amadeu, o Chefe Chico de Chiquititas, morre após contrair Covid-19

+ Funcionário do Burger King é morto por causa de demora em pedido

+ Cozinheira desiste do Top Chef no 3º episódio e choca jurados

+ Governo estuda estender socorro até o fim de 2020

+ Bolsonaro veta indenização a profissionais de saúde incapacitados pela covid-19

+ Nascidos em maio recebem a 4ª parcela do auxílio na quarta-feira (05)

+ Tubarão-martelo morde foil de Michel Bourez no Tahiti. VÍDEO

+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?