Ediçao Da Semana

Nº 2741 - 05/08/22 Leia mais

Com apenas 26 anos e um extenso catálogo de hits, conquistado em pouco tempo, a cantora norte-americana apresentou uma sequência incansável de sucessos na primeira noite do festival Lollapalooza Brasil 2022.

Doja, que agora detém o recorde da rapper com o álbum mais reproduzido da história (Planet Her, 2021), mostrou no palco Onix que fez a lição de casa de suas principais inspirações, Beyoncé e Nicki Minaj, e não perdeu o fôlego um minuto se quer durante seus raps e coreografias.

Os fãs que viram o sorriso estampado na cara dela durante toda a apresentação estavam receosos com o possível cancelamento do mesmo. Dias antes de chegar ao Brasil, Doja Cat era uma das principais atrações do festival Asunciónico, no Paraguai, que foi cancelado devido às péssimas condições climáticas.

Seus admiradores se revoltaram em movimento criado no Twitter, afirmando que a rapper não deu qualquer justificativa nas redes sociais pelo cancelamento; ela rebateu que não encontrou nem ao menos um fã na frente do hotel em que estava hospedada, se mostrou incomodada com situação e em uma série de tuites, agora apagados, cogitou em desistir da carreira.

Felizmente, Doja subiu ao palco e viu a plateia lotada cantar Woman, Ain’t Shit, Need To Know, Like That, Say So e uma versão 100% rock para Tia Tamera.