Economia

Lockhart, do Fed de Atlanta, diz que não vai defender aumento de juros em abril

O presidente da distrital do Federal Reserve (Fed, o banco central dos EUA) em Atlanta, Dennis Lockhart, disse hoje que dados fracos de inflação e de gastos dos consumidores o levaram a mudar de ideia e passar a se opor a um novo aumento de juros em abril.

No mês passado, Lockhart havia sugerido a possibilidade de uma nova elevação de juros na reunião do Fed dos próximos dias 26 e 27.

Em entrevista à Bloomberg News, no entanto, Lockhart disse que reviu sua opinião.

“Com base no que vi recentemente, não vou defender uma mudança em abril”, afirmou Lockhart, que não tem poder de votos nas reuniões do Fed este ano.

Por outro lado, Lockhart disse que ainda é possível que haja dois ou três aumentos de juros este ano, desde que os indicadores melhorem em relação aos do primeiro trimestre, que, segundo ele, foram decepcionantes.


+ Grávida do quinto filho, influenciadora morre aos 36 anos
+ Após assassinar a esposa, marido usou cartão da vítima para fazer compras e viajar com amante

Lockhart também comentou que os dados de inflação ao consumidor de março dos EUA, que vieram abaixo do esperado, não mudam nada “de forma dramática” e que os gastos com consumo parecem estar desacelerando, após os avanços vistos em 2014 e 2015.

O dirigente do Fed de Atlanta também comentou, porém, que a economia dos EUA não é “altamente vulnerável” à fraqueza global e deverá crescer 2% ou um pouco mais em 2016. Fonte: Dow Jones Newswires.

Veja também

+ 5 benefícios do jejum intermitente além de emagrecer
+ Jovem morre após queda de 50 metros durante prática de Slackline Highline
+ Conheça o phloeodes diabolicus "o besouro indestrutível"
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Mulher finge ser agente do FBI para conseguir comida grátis e vai presa
+ Zona Azul digital em SP muda dia 16; veja como fica
+ Estudo revela o método mais saudável para cozinhar arroz
+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago
+ Cinema, sexo e a cidade
+ Descoberta oficina de cobre de 6.500 anos no deserto em Israel

Tópicos

EUA juros Lockhart