Economia

Lira diz irá buscar que saída ‘rápida e com segurança jurídica’ pra reforma


O presidente da Câmara, Arthur Lira (PP-AL), disse que irá buscar uma saída “rápida e com segurança jurídica” para a reforma tributária, após a extinção da comissão que trata do tema, no dia da leitura do parecer. Contudo, ele não deu mais detalhes como, por exemplo, se a medida será fatiada ou não.

“Sustar a comissão foi baseado em decisão técnica. O objetivo era preservar tramitação reforma tributária no Congresso”, disse ele, em pronunciamento.

Ele afirmou ainda que “nada se desperdiça no Congresso Nacional” e que o relatório lido hoje pelo deputado Aguinaldo Ribeiro (PP-PB) poderá ser aproveitado. “Entre tudo e nada, eu prefiro o melhor possível, e é o que faremos”, disse.

Lira alegou que a comissão mista havia expirado o prazo de funcionamento. “Não é conveniente que, após leitura do relatório, esse texto voltasse para comissão que não mais existe”, argumentou.

Ele disse ainda que, a partir de reunião com líderes, Aguinaldo e senadores, será buscada uma saída. “Rápida, que dê segurança jurídica que traga o melhor texto possível, sobre consumo, renda, se é fatiado ou o que for mais conveniente. Mas terá respaldo, segurança jurídica e, na maior brevidade possível, com amplitude de debates na Casa”, disse.

Veja também
+ Joice Hasselmann aparece com fraturas e diz acreditar ter sido vítima de ‘atentado’
+ Pintor é expulso de rodízio por comer 15 pratos de massa; assista
+ ‘Transo 15 vezes na semana’, diz Eduardo Costa ao revelar tratamento por vício em sexo
+ Gel de babosa na bebida: veja os benefícios
+ Mercedes-Benz Sprinter ganha versão motorhome
+ Veja fotos de Karoline Lima, novo affair de Neymar
+ Anorexia, um transtorno alimentar que pode levar à morte
+ Agência dos EUA alerta: nunca lave carne de frango crua
+ Yasmin Brunet quebra o silêncio
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago