Os dirigentes dos países do G7, reunidos por videoconferência, nesta quarta-feira (6), reiteraram seu apoio à criação de um Estado palestino.

“Seguimos comprometidos com um Estado palestino como parte de uma solução de dois Estados que permita tanto a israelenses quanto a palestinos viver em uma paz justa, duradoura e segura”, afirmaram em um comunicado.

A guerra atual entre Israel e o grupo islamista palestino Hamas na Faixa de Gaza afasta a perspectiva de um acordo de paz israelense-palestino em larga escala.

Esta última guerra explodiu depois que membros do Hamas lançaram um ataque sem precedentes no sul de Israel, em 7 de outubro, no qual mataram cerca de 1.200 pessoas, a maioria civis, e sequestraram outras 240, segundo as autoridades israelenses.

Em retaliação, Israel prometeu destruir o Hamas e realiza ataques aéreos e uma ofensiva terrestre nos quais morreram mais de 16.200 pessoas, a maioria mulheres e crianças, segundo o Hamas, no poder na Faixa de Gaza.

wd/des/erl/dga/mvv

Assine nossa newsletter:

Inscreva-se nas nossas newsletters e receba as principais notícias do dia em seu e-mail


Siga a IstoÉ no Google News e receba alertas sobre as principais notícias