Geral

Libertadores: Everson brilha e garante primeiro ponto do Atlético-MG


O Atlético-MG somou o primeiro ponto na edição 2021 da Libertadores. Nesta quarta-feira (21), o Galo esbarrou na falta de criatividade e empatou por 1 a 1 com o Deportivo La Guaira (Venezuela) no estádio Olímpico de Caracas, na abertura do Grupo H da competição.


+ Casal posta fotos nus em pontos turísticos e ganha fama na web
+ Após ameaças, soldada da PM denuncia coronel por assédio sexual
+ ‘Raça de víboras’: Andressa Urach critica seguidores que não acreditam em sua fé
+ Mulher morre após ingerir bebida alcoólica e comer 2 ovos



América de Cali (Colômbia) e Cerro Porteño (Paraguai) completam a chave atleticana e se encaram nesta quarta, às 23h (horário de Brasília), no estádio Pascual Guerrero, em Cali. Os colombianos, aliás, são os próximos rivais dos alvinegros, na próxima terça-feira (27), às 21h30, no Mineirão. Antes, no sábado (24), às 19h, o Galo disputa a última rodada da primeira fase do Campeonato Mineiro, contra o Athletic Club, no Independência.

O início do jogo foi um pesadelo para o Atlético. Com o La Guaira fechadinho, os alvinegros encontravam dificuldades para finalizar, exagerando nas bolas alçadas na área (foram 15 na primeira meia hora). Com liberdade, os venezuelanos foram mais objetivos. Aos 19 minutos, o lateral Yohan Cumaná chutou cruzado, com perigo, para defesa de Everson, que mandou para fora. No minuto seguinte, o zagueiro Adrián Martínez fez fila a partir da intermediária, invadiu a área mineira e bateu colocado, abrindo o placar.

O Galo só começou a chegar a partir dos 32 minutos, após cruzamento do lateral Guga pela direita e cabeçada do atacante Eduardo Vargas, que o goleiro Carlos Olses agarrou com estilo. Aos 35, o volante Tchê Tchê achou espaço e finalizou da entrada da área pela esquerda, para outra defesa de Olsen. Na sequência, nova bola alçada na área e o zagueiro Réver, de bicicleta, mandou por cima do gol. Aos 46, Guga cruzou e o meia Nacho Fernández, quase na pequena área, arrematou de primeira, mas isolou a oportunidade.

O time brasileiro seguiu mais agressivo no segundo tempo. Aos sete minutos, após cobrança de escanteio de Nacho pela direita, o meia Matías Zaracho, de cabeça, escorou rente ao travessão. Cinco minutos depois, o lateral Guilherme Arana arriscou de fora da área pela esquerda, forçando Olsen a uma boa defesa no canto direito. A pressão atleticana deu resultado aos 19 minutos. Na sequência de uma bola afastada no bate-rebate pela zaga, Arana bateu, o goleiro deu rebote e Zaracho, na pequena área, deixou tudo igual.

O La Guaira passou a assustar a partir dos 25 minutos, em finalização de Darwin González, após lançamento do volante Ángelo Peña, às costas de Rever. Mesmo adiantado, Everson defendeu o chute do atacante. Os venezuelanos voltaram a exigir o goleiro aos 37 e aos 38 minutos, com González e Hurtado. Desorganizado, o Galo seguiu cedendo ataques e sendo salvo por Everson. Aos 44, na última chance do jogo, González passou como quis por Réver, mas o camisa 22 cresceu na área e evitou a vitória dos anfitriões.

Veja também

+ Canadá anuncia primeira morte de pessoa vacinada com AstraZeneca no país
+ Yasmin Brunet comemora vitória de Gabriel Medina
+ Decifrado código dos Manuscritos do Mar Morto
+ Receita de panqueca americana com chocolate
+ Receita rápida de panqueca de doce de leite
+ Contran prorroga prazo para renovação da CNH
+ Receita de moqueca de peixe simples e deliciosa
+ 5 benefícios do jejum intermitente além de emagrecer
+ Cinema, sexo e a cidade
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Estudo revela o método mais saudável para cozinhar arroz
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago
+ Sucuris gigantes são flagradas em expedições de fotógrafos no MS