Edição nº2590 16/08 Ver edições anteriores

Teste: Basicão da LG, K12+ aposta em comandos por voz

Crédito: André Cardozo

LG K12+ tem 3 GB de RAM e 32 GB de armazenamento (Crédito: André Cardozo)

O mercado brasileiro de smartphones passa por um momento de agitação com a chegada das asiáticas Huawei e Xiaomi. Enquanto isso, a LG, que há alguns anos permanece na terceira posição do mercado, lança uma nova aposta no segmento de celulares básicos, o K12+ (R$ 1.199). Vamos então ao teste do aparelho.

Design

Um diferencial do K12+ é um botão físico usado especificamente para acionar o Google Assistente. Vários estudos indicam que os comandos por voz vêm ganhando popularidade e o Google investe pesadamente para que seu Assistente seja cada vez mais poderoso. Assim, botão pode ser um atrativo para quem já está acostumado com comandos de voz. Mas, para quem não usa, não serve para muita coisa.

Outro diferencial do aparelho é o certificado de resistência militar MIL-STD 810G. O padrão foi desenvolvido pelo Departamento de Defesa dos Estados Unidos. O processo para obter o certificado engloba testes de durabilidade envolvendo temperaturas extremas, choque e umidade. Segundo a LG, isso faz com que o smartphone seja mais resistente do que outros aparelhos disponíveis no mercado. Confesso que não tentei queimar, congelar ou quebrar o aparelho, mas, pelo menos em tese, toda essa proteção deve ajudar muito em caso de quedas.

A tela de 5,7 polegadas cobre boa parte da frente do aparelho, mas há bordas bem nítidas em cima e embaixo. Este visual era até aceitável um ou dois anos atrás. Mas enquanto outros fabricantes já usam “telas infinitas” e sem bordas em vários aparelhos, mesmo intermediários, o K12+ fica com uma cara meio antiga.

K12+ tem entrada Micro-USB

Configuração e desempenho

Com 3 GB de memória RAM e 32 GB de armazenamento (23 GB reais de espaço livre), o K12+ é definitivamente um smartphone da categoria básica. O processador é da MediaTek, tem oito núcleos (sendo 4 de 2,0 GHz e  de 500 MHz). No app de benchmark AnTuTu, o aparelho teve a marca de 70.249 pontos, um valor dentro de sua categoria.

No teste da “vida real”, o K12+ deu conta do recado nas tarefas mais básicas. Mas foi possível notar alguns leves “engasgos” em algumas ações, como ativar o teclado. O aparelho deu conta do recado em jogos como RealRacing 3, mas engasgou um pouco em games muito pesados, como o Asphalt 9.

A bateria do K12+ tem capacidade de 3.000 mAh, valor padrão para um aparelho desta categoria. No teste padrão do blog, com vídeo do YouTube ligado em tela cheia e brilho no máximo, ela durou 8 horas. Esse valor é esperado, levando-se em conta a capacidade da bateria. No teste da “vida real”, durou um dia inteiro com uso moderado.

Um ponto negativo é que o K12+ sai de fábrica com o Android 8.1 Oreo, quando a maioria dos concorrentes já vem com o Android 9 Pie, versão mais recente do sistema.

Nos testes, o modo de Inteligência Artificial da câmera realmente funcionou para detectar alimentos, paisagens e pessoas. De modo geral, em condições de boa luz natural, a qualidade das imagens foi boa. Como outros aparelhos de sua categoria, o K12+ sofre bastante quando o assunto é imagens com pouca luz. Mas somente aparelhos bem mais caros realmente se saem bem neste tipo de situação.

K12+ tem câmera de 16 MP

Concorrência

Por mais que o K12+ tenha um desempenho decente para sua configuração, ele acaba ficando atrás da concorrência no quesito custo-benefício. Pelos mesmos exatos R$ 1.199 pode-se comprar, por exemplo, o Galaxy M20 (a ser lançado nas próximas semanas), com 4 GB de RAM e 64 GB de armazenamento, bateria de 5.000 mAh e carregamento rápido, além de visual mais moderno. Já o Moto G7 Power, com os mesmos 3 GB e 32 GB de armazenamento, mas bateria de 5.000 mAh e Android 9 Pie, sai por R$ 1.299.

Conclusão

No fim das contas, o K12+ não entrega muito. O desempenho é bom para um aparelho da sua categoria, mas ele fica atrás de alguns rivais  em vários quesitos (versão desatualizada do Android, visual antigo, conexão Micro-USB em vez do mais moderno USB-C). Caso você encontre o produto por cerca de R$ 900, pode ser uma boa compra. Com o preço sugerido de R$ 1.199, porém, ele deixa a desejar.

Ficha técnica – LG K12+

Processador: MediaTek MT 6762 octa-core 2,0 GHz
Memória RAM: 3 GB
Armazenamento: 32 GB / Entrada para cartão de memória MicroSD
Tela: 5,7 polegadas / LCD com resolução HD+ de 720 x 1440 / 282 ppi
Câmeras: 16 MP (traseira) / 8 MP (frontal)
Chip de operadora: suporte para 2 chips
Sistema: Android 8.1 Oreo
Bateria: 3.000 mAh (não removível)
Preço sugerido: R$ 1.199


Mais posts

Ver mais

Copyright © 2019 - Editora Três
Todos os direitos reservados.

Nota de esclarecimento A Três Comércio de Publicaçõs Ltda. (EDITORA TRÊS) vem informar aos seus consumidores que não realiza cobranças por telefone e que também não oferece cancelamento do contrato de assinatura de revistas mediante o pagamento de qualquer valor. Tampouco autoriza terceiros a fazê-lo. A Editora Três é vítima e não se responsabiliza por tais mensagens e cobranças, informando aos seus clientes que todas as medidas cabíveis foram tomadas, inclusive criminais, para apuração das responsabilidades.