Esportes

Levir exalta força do Flu em Mesquita e vê time ‘no bolo’ na luta por vaga no G4

O Fluminense mostrou força na noite desta segunda-feira ao vencer o Atlético-MG por 4 a 2, no estádio Giulite Coutinho, em Mesquita (RJ), no confronto que fechou a 24ª rodada do Campeonato Brasileiro. O triunfo fez a equipe carioca chegar aos 37 pontos, na sétima posição, e motivou o técnico Levir Culpi a exaltar o fato de que o time já emplaca uma série de quatro vitórias em quatro duelos disputados no local.

“Jogar no Giulite Coutinho é muito bom porque deu uma encaixada com o torcedor. O Fluminense costumava jogar no Maracanã com 50 mil pessoas e aqui sentimos calor da torcida. Aqui, apesar de não ser tanta gente quanto no Maracanã, por exemplo, os jogadores se sentem bem. Isso é positivo. Parabenizo o torcedor por isso. Quinta-feira estaremos aqui novamente e eles podem fazer a diferença”, ressaltou o treinador, em entrevista coletiva na qual já fez referência ao duelo de quinta-feira, contra a Chapecoense, às 19h30, pela 25ª rodada do Brasileirão.

O Fluminense chegou a sair perdendo para o Atlético-MG e terminou o primeiro tempo em desvantagem, mas buscou a virada na etapa final e ainda contou com um belo gol de falta marcado por Gustavo Scarpa para abrir 3 a 1 de vantagem, antes de o time visitante voltar a marcar e Maranhão assegurar o 4 a 2 para a equipe tricolor.

“Vou confessar uma coisa: Scarpa esteve a ponto de sair do jogo porque errou alguns passes. Mas sei que tem chute decisivo, e isso me segurou. Dei sorte. Queria um time mais rápido. O resultado veio. Esses jogos fazem com que a torcida se aproxime do time. No Brasil jogamos muito com o emocional. Mostrei ao time onde poderíamos chegar com a vitória. Estamos no bolo. Podemos pensar alto”, projetou Levir.

Com 37 pontos, o Fluminense está apenas três atrás do Corinthians, quarto colocado e último time hoje no G4 do Brasileirão, no qual o Atlético-MG acabou estacionando nos 42 pontos e ocupa o terceiro lugar.