Esportes

Leomon Moreno, do goalball, será o porta-bandeira do Brasil no Parapan

Melhor jogador de goalball do mundo, Leomon Moreno foi escolhido para ser o porta-bandeira do Brasil na Cerimônia de Abertura dos Jogos Parapan-Americanos de Lima. O desfile que marcará o início da competição está marcado para esta sexta-feira, às 21h (de Brasília), no Estádio Nacional do Peru.

A revelação foi feita nesta quinta-feira durante a festa para hasteamento da bandeira na Vila dos Atletas, na capital peruana. “Fui pego de surpresa”, disse. “É uma responsabilidade muito grande representar 337 atletas. Para a minha modalidade é muito importante e isso mostra que o goalball apenas cresce. É uma honra enorme ser porta-bandeira do meu País, que é o melhor do mundo”, prosseguiu o atleta.

Leomon completou 26 anos na quarta-feira. “Não deu muito para comemorar. A gente saiu a noite para comer e improvisou um pouco, pegou o bolo do restaurante. Me apresentaram vídeo que minha família fez. Momento bem inspirador”, comentou o porta-bandeira brasileiro.

Apesar da pouca idade, ele já tem no currículo uma medalha de ouro, conquistada no Parapan de Toronto-2015 e uma de bronze, da Paralimpíada do Rio-2016. Também conquistou dois títulos mundiais, na Finlândia, em 2014, e na Suécia, em 2018. Leomon é cego, perdeu sua visão nos primeiros anos de vida por causa de uma retinose pigmentar.

Mizael Conrado, presidente do Comitê Paralímpico Brasileiro, justificou a escolha. “É uma alegria de ver um atleta como o Leomon ser homenageado desta maneira. Ele é o melhor do mundo em uma modalidade praticada por mais de cem países e que o Brasil já foi campeão mundial. Como destaque do nosso time, acho que não poderíamos estar melhor representado.”

A porta-bandeira dos últimos Jogos Parapan-Americanos, em Toronto, no Canadá, foi a multimedalhista paralímpica do atletismo Terezinha Guilhermina. O Parapan de Lima terá 17 modalidades, todas com participações de brasileiros. O Brasil busca repetir o feito das três últimas edições dos Jogos continentais e terminar em primeiro lugar no ranking de medalhas.