Economia

Leite espera que RS entre no regime de recuperação fiscal nos próximos meses


O governador do Rio Grande do Sul, Eduardo Leite (PSDB), afirmou nesta quarta-feira, 10, esperar que o Estado entre no Regime de Recuperação Fiscal (RRF) nos próximos meses. Leite esteve hoje no Ministério da Economia para apresentar ao ministro Paulo Guedes uma série de ações adotadas para que o Estado seja autorizado a aderir ao regime.

“O Rio Grande do Sul sai à frente aprovando medidas importantes para a recuperação, entre elas a privatização de empresas, como a Sulgás, a CEEE (Companhia Estadual de Energia Elétrica) e a CRM (Companhia Riograndense de Mineração)”, disse Leite, após a reunião com Guedes. “A Lei de Diretrizes Orçamentárias do Rio Grande do Sul passa de forma transparente a assumir o déficit que o Estado tem”, acrescentou, ao listar as medidas adotadas pelo Estado.

De acordo com Leite, o déficit do Estado projetado para 2020 é de R$ 4,3 bilhões. “Tudo foi apresentado ao ministro Guedes. Foi uma conversa ainda na informalidade, para que haja encaminhamentos formais agora, para (o Estado) aderir ao regime de recuperação fiscal nos próximos meses”, disse Leite.

Mais cedo, o governador de Goiás, Ronaldo Caiado (DEM), também esteve reunido com Guedes, para discutir a adesão do Estado ao RRF.

Veja também
+ Tudo o que você precisa saber antes de comprar uma panela elétrica
+Deolane Bezerra, viúva de MC Kevin, revela que fez cirurgia na vagina
+ Vídeos mostram pessoas preparando saladas com Cheetos no TikTok
+ Instituto Gabriel Medina fecha portas em Maresias
+ Mãe encontra filho de 2 anos morto com bilhete ao lado ao chegar em casa
+ Agência dos EUA alerta: nunca lave carne de frango crua
+ Passageira agride e arranca dois dentes de aeromoça
+ Gel de babosa na bebida: veja os benefícios
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Yasmin Brunet quebra o silêncio
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago