Esportes

Leicester vence, se garante na vice-liderança e amplia jejum do Arsenal no Inglês

Com dois gols marcados no segundo tempo, o Leicester derrotou o Arsenal por 2 a 0, neste sábado, em casa, em duelo válido pela 12.ª rodada do Campeonato Inglês. Com o resultado, a equipe vencedora chegou aos 26 pontos, assim como o Chelsea, mas se garantiu como vice-líder por ter um melhor saldo de gols (20 a 10) do que a equipe de Londres, a terceira colocada.

Já o Arsenal permaneceu com 17 pontos e ocupa apenas o sexto lugar, logo abaixo da zona de classificação às competições europeias. Assim, viu a sua má fase na Premier League ser ampliada, assim como o seu longo jejum – não ganha uma partida no torneio nacional desde 6 de outubro, quando bateu o Bournemouth por 1 a 0.

E vale lembrar que no final do mês passado o time dirigido pelo técnico Unai Emery já havia sido eliminado pelo Liverpool nas oitavas de final da Copa da Liga Inglesa. Nesta temporada 2019/2020, o clube londrino só vive bom momento na Liga Europa, na qual lidera com folga um grupo que conta também com as presenças de Standard Liège, Eintracht Frankfurt e Vitória de Guimarães.

Com um futebol rápido, objetivo e envolvente, o Leicester dominou totalmente a partida deste sábado e poderia ter conseguido um placar mais elástico, se tivesse aproveitado melhor as oportunidades de gol, principalmente no primeiro tempo.

Na segunda etapa, porém, Jamie Vardy completou uma linda troca de passes dentro da área do Arsenal para abrir o placar aos 23 minutos. O atacante marcou seu 11.º gol na temporada e lidera a artilharia do Inglês, logo à frente de Abraham, do Chelsea, com dez, e do argentino Agüero, autor de nove bolas na rede pelo Manchester City, que neste domingo joga diante do líder Liverpool por esta 12ª rodada da competição.

Após conseguir fazer o primeiro gol, os donos da casa ampliaram pouco depois, com James Maddison acertando um chute colocado e seco, sem chances de defesa para o goleiro Bernd Leno, que nem foi na bola, aos 30 minutos, para delírio da maioria dos 32.209 torcedores presentes ao King Power Stadium.

E o Arsenal foi derrotado neste sábado mesmo contando com os retornos de Héctor Bellerín e Mesut Özil, que não puderam atuar na última quarta-feira pela Liga Europa no doloroso empate por 1 a 1 com o Vitória de Guimarães, em Portugal, onde sofreu o gol que definiu o placar final no último lance no confronto.