Economia

Legado de Safra ficará sempre marcado na história do Brasil, diz Febraban


A Federação Brasileira de Bancos (Febraban) emitiu nota nesta quinta-feira, 10, na qual afirma que recebeu com muito pesar a notícia da morte de Joseph Safra, dono do Banco Safra. Nascido no Líbano e naturalizado brasileiro, Safra morreu nesta quinta-feira, aos 82 anos, de causas naturais.

“O legado de sua atuação no desenvolvimento da economia nacional ficará sempre marcado na história do Brasil, país que ele adotou 58 anos atrás”, afirma em nota o presidente da Febraban, Isaac Sidney.

Sidney ressaltou que Safra, além de ter sido uma figura emblemática do setor bancário no Brasil, descendente de banqueiros e com visão estratégica sobre o País, foi também um exemplo como empresário e filantropo.

“Sua contribuição para escolas, museus e instituições, não só no Brasil, quanto em outros países, é marcante”, destaca o presidente da Febraban.


Saiba mais
+ Andressa Urach pede dinheiro na internet: ‘Me ajudem a pagar a fatura do meu cartão’
+ O que se sabe sobre a flurona?
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ IPVA 2022 SP: veja como consultar e pagar o imposto
+ Um gêmeo se tornou vegano, o outro comeu carne. Confira o resultado
+ Reencarnação na história: uma crença antiquíssima
+ SP: Homem morre em pé, encostado em carro, e cena assusta moradores no litoral
+ Horóscopo: confira a previsão de hoje para seu signo
+ Veja quais foram os carros mais roubados em SP em 2021
+ Expedição identifica lula gigante responsável por naufrágio de navio em 2011
+ Tudo o que você precisa saber antes de comprar uma panela elétrica
+ Agência dos EUA alerta: nunca lave carne de frango crua