Esportes

Leclerc não se ajoelha em protesto contra racismo na F1

ROMA, 5 JUL (ANSA) – O piloto monegasco Charles Leclerc, da escuderia italiana Ferrari, não se ajoelhou no momento da execução do hino no GP da Áustria, como um gesto de protesto contra o racismo, incentivado pelo britânico Lewis Hamilton.   

Quase todos os pilotos fizeram o gesto antes do início da corrida, com exceção de Leclerc e Max Verstappen, que ainda usaram a camiseta preta com a frase “fim do racismo”, vestida por todos os competidores. Mais cedo, o piloto da Ferrari já havia anunciado que não se ajoelharia durante o protesto. “Acredito que o que importa são fatos e comportamentos em nossa vida cotidiana, em vez de gestos formais que poderiam ser vistos como controversos em alguns países. Não vou ficar de joelhos, mas isso não significa que estou menos comprometido do que outros na luta contra o racismo”, explicou Leclerc.   

A possibilidade de os pilotos se ajoelharem antes do início da corrida, que marca o início da temporada após a prorrogação em decorrência da pandemia do novo coronavírus, ocorreu após Romain Grosjean, da Haas, afirmar que planejava fazer o gesto.   

Para Verstappen, sua atitude também não quer dizer que não esteja ” muito comprometido com a igualdade e a luta contra o racismo”, mas acredita “que todos têm o direito de se expressar de cada vez e da maneira que lhes convém”. “Hoje não vou me ajoelhar, mas respeitar e apoiar as escolhas pessoais que todo piloto faz”, disse. (ANSA)


+ Advogada é morta e tem corpo carbonizado no Rio de Janeiro
+ Morre Liliane Amorim, influencer de Juazeiro do Norte, após complicações da realização de lipoaspiração

Veja também

+ 5 benefícios do jejum intermitente além de emagrecer
+ Jovem morre após queda de 50 metros durante prática de Slackline Highline
+ Conheça o phloeodes diabolicus "o besouro indestrutível"
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Mulher finge ser agente do FBI para conseguir comida grátis e vai presa
+ Zona Azul digital em SP muda dia 16; veja como fica
+ Estudo revela o método mais saudável para cozinhar arroz
+ Atriz e modelo sul-coreana Song Yoo-jung morre aos 26 anos
+ Pais matam as 2 filhas para provar que elas voltariam a vida
+ Cientista desvenda mistério do monstro do Lago Ness. Descubra! + Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago
+ Cinema, sexo e a cidade
+ Descoberta oficina de cobre de 6.500 anos no deserto em Israel