Ediçao Da Semana

Nº 2743 - 19/08/22 Leia mais

Leão Lobo, apresentador do ‘Fofocalizando’, do SBT, acusou um motorista do Uber de racismo por ter recusado uma viagem do seu afilhado Matheus, de 14 anos, junto com um amigo negro, de 13. As informações são do Notícias da TV. O apresentador disse que o motorista chegou até a porta do shopping Higienópolis, onde se iniciaria a corrida, e não permitiu que os garotos entrasses no veículo temendo que fosse assaltado. Leão Lobo disse que é um caso “muito triste e lamentável”.

O relato do apresentador foi feito em vídeo pelo Instagram nessa segunda-feira (7). A Uber, por sua vez, afirma em nota que leva “esse tipo de denúncia muito a sério”. No vídeo, Leão Lobo ainda deu mais detalhes do ocorrido e completou dizendo que se trata de um crime de preconceito racial e que abrirá um boletim de ocorrência sobre o caso. No entanto, na delegacia, o apresentador foi informado que um processo judicial seria o melhor para esta situação.

A Uber se posicionou sobre o caso, conforme abaixo.

“Levamos esse tipo denúncia muito a sério. A Uber tem uma política de tolerância zero a qualquer forma de discriminação em viagens realizadas por nossa plataforma. Este tipo de comportamento configura violação aos termos de uso da plataforma e, quando confirmado, leva à exclusão do aplicativo.  A Uber se orgulha em oferecer opções de mobilidade eficientes e acessíveis para todos – ao mesmo tempo em que oferece também uma oportunidade de geração de renda democrática, independente de credo, etnia, orientação sexual ou identidade de gênero (sendo a primeira empresa de compartilhamento de viagem que permite nome social na plataforma)”

https://www.instagram.com/p/BsUQPYEn24u/