Ediçao Da Semana

Nº 2743 - 19/08/22 Leia mais

O Brasil passou por um momento ruim na Liga das Nações de Vôlei Masculino, quando perdeu três partidas seguidas entre a primeira e a segunda etapa. Depois disso, reagiu e acumulou cinco vitórias consecutivas, a última delas sobre o Canadá, nesta quinta-feira, em jogo que serviu para garantir vaga na fase final do torneio. Maior pontuador da partida contra os canadenses, com 15 pontos, Leal considera a reação uma consequência da maior capacidade de concentração alcançada pelo time, além de avaliar que vive um processo de evolução pessoal.

“Nosso time está de parabéns, pois conseguimos nosso primeiro objetivo, que era a classificação para a fase final. Jogamos muito melhor hoje, o que mostra que estamos evoluindo. A cada jogo estamos mais concentrados. Hoje eu pude mais uma vez contribuir para o bom resultado do time. Estou me sentindo bem, melhorando meu nível de jogo, me sentindo cada vez mais forte”, afirmou o ponteiro de 33 anos.

O encontro com o Canadá foi tranquilo na maior parte do tempo. Apesar de algumas dificuldades pontuais, como momentos em que os adversários conseguiram abrir vantagem durante o segundo set, a seleção brasileira foi dominante e fechou a vitória por 3 a 0, com parciais seguras de 25/18, 25/19 e 25/16.

“Era um jogo de paciência e nós tivemos. Conseguimos controlar a pressão, tivemos um saque que entrou pesado e deixou o adversário acuado”, afirmou o capitão Bruninho. “Apesar do placar um pouco dilatado, tivemos que sair de situações de dificuldade. Eles nos pressionaram no saque, mas conseguimos impor a nossa força. Temos outro grande desafio amanhã, então vamos analisar o grupo para ver como faremos, se manteremos a base ou se realizaremos alguma mudança”, acrescentou o treinador Renan Dal Zotto.

O Brasil tem compromissos diante de França, na sexta-feira, e Japão, no domingo, para encerrar a participação na terceira etapa da fase classificatória da Liga das Nações. A fase final, que contará com as oito melhores equipes da etapa anterior, será disputada entre 20 e 23 de julho, em Bologna, na Itália.