Ediçao Da Semana

Nº 2742 - 12/08/22 Leia mais

Quem não se lembra de Wagner Moura, 45, e Lázaro Ramos, 43, atuando juntos em Ó Paí, Ó, Carandiru ou Cidade Baixa? Os dois atores possuem uma amizade de longa data e Lázaro relembrou como tudo começou em entrevista ao podcast Podpah.

Os dois começaram no teatro em Salvador e ganharam o Brasil ao lado de Vladimir Brichta com a peça A Máquina, no Rio de Janeiro. Quando os baianos se conheceram, Lázaro tinha 16 anos e Wagner 18 anos.

“Wagner é meu amigo desde que eu tinha 16 anos. Ele era esquisitíssimo e o apelido dele era OVNI. Ele andava com um cabelão na frente do rosto, de roupa preta, muito esquisito mesmo. Eu tinha um pouco de medo dele e mal nos falávamos”, contou Lázaro.

Quem tomou a iniciativa de começar uma amizade foi Wagner.”Um dia Wagner foi ao teatro me ver, foi falar comigo no camarim e me pediu para ser amigo dele. Fiquei amigo dele por medo. Acabamos saindo da Bahia juntos. Ele é padrinho do meu filho e eu sou padrinho do filho dele.”