Geral

Lázaro foi atingido com pelo menos 38 tiros; polícia atirou 125 vezes

Crédito: Reprodução/TV Globo

DNA de Lázaro Barbosa foi coletado para ajudar em investigações de outros crimes (Crédito: Reprodução/TV Globo)


O boletim de ocorrência sobre a captura de Lázaro Barbosa informa que a polícia atirou 125 vezes durante a ação. De acordo com a Secretaria de Saúde de Águas Lindas de Goiás, o fugitivo foi atingido com pelo menos 38 tiros, mas só a perícia vai confirmar o número exato. As informações são do G1.

Lázaro Barbosa estava sendo procurado há 20 dias. Uma força-tarefa com mais de 250 agentes foi montada para a captura do criminoso, que foi encontrado na segunda-feira (28) e morreu após a troca de tiros.

Ainda de acordo com a Polícia Militar, os tiros foram efetuados pelas pistolas Sig Sauer calibre 9mm, Taurus calibre 9 mm e um fuzil calibre .556. “Ele descarregou a pistola contra os policiais e não tivemos outra alternativa se não revidar”, afirmou o secretário de Segurança Pública Rodney Miranda em entrevista coletiva.

O cerco montado para capturar o fugitivo estava concentrado em Cocalzinho de Goiás, no entanto, moradores de Águas Lindas de Goiás, que ficava a 20 km do posto de operações, informaram à polícia de que Lázaro estava na cidade.

Conforme Miranda, o criminoso foi se encontrar com a ex-mulher e a mãe dela. Pouco antes de Lázaro ser localizado, a ex-mulher do fugitivo foi levada para prestar depoimento. “Ele foi se encontrar com elas [ex-mulher e sogra]. A informação é de que ele chegou lá, deve ter se alimentado e quando os policiais chegaram ele tentou fugir”, afirmou.

Após ser baleado, Lázaro foi levado por uma viatura do Corpo de Bombeiros para o Hospital Municipal Bom Jesus, mas morreu. O corpo dele foi levado ao Instituto Médico Legal (IML) de Goiânia.

Investigações

A ex-mulher e a ex-sogra de Lázaro Barbosa foram levadas para a delegacia de Águas Lindas de Goiás na manhã de segunda-feira (28). As duas prestaram depoimento e foram liberadas. A Polícia Civil está investigando se elas teriam ajudado o fugitivo.

“Se ficar comprovado que houve algum tipo de facilitação [para a fuga de Lázaro], os envolvidos serão presos”, afirmou o secretário de Segurança Pública de Goiás.

Ainda de acordo com o secretário, as investigações do caso continuam para apurar quem foram as pessoas que ajudaram o criminoso a fugir nos últimos 20 dias. Na semana passada, o fazendeiro Elmi Caetano Evangelista, ex-patrão da mãe do assassino, e o caseiro Alain Reis de Santana foram presos por ajudar Lázaro a se esconder.

Na delegacia, Elmi negou as acusações, mas o caseiro confirmou tudo. De acordo com o funcionário da fazenda, Lázaro dormiu no local por mais de cinco noites.

Conforme o caseiro, o bandido estava com uma espingarda e um telefone celular. Lázaro também almoçava e jantava diariamente na fazenda com o consentimento de Elmi. No sábado (26), Alain foi solto pela Justiça.

Histórico de Lázaro Barbosa

Lázaro tinha uma condenação por homicídio, na Bahia, e também era procurado no DF e em Goiás por crimes de rouboestupro porte ilegal de arma de fogo. Ele foi preso em 2009, mas conseguiu fugir do Complexo Penitenciário da Papuda, no Distrito Federal, em 2016. À época, não retornou da saída temporária de Páscoa. Em 2018, ele foi detido novamente, desta vez em Águas Lindas de Goiás, mas escapou da prisão poucos meses depois.

O homem que a polícia perseguia era acusado de matar, a tiros e facadas, três pessoas na zona rural de Ceilândia, no último dia 9. Os mortos eram Cláudio Vidal de Oliveira, de 48 anos, e os filhos Gustavo Marques Vidal, de 21, e Carlos Eduardo Marques Vidal, de 15. O foragido também era apontado como responsável pelo sequestro da mulher de Cláudio, Cleonice Marques de Andrade, de 43 anos. O corpo dela foi encontrado no dia 12 de junho à beira de um córrego.



Lázaro também era investigado como suspeito da morte de um caseiro de uma fazenda no distrito de Girassol, em Cocalzinho de Goiás, no último dia 5. Durante a fuga dos últimos dias, Lázaro invadiu chácaras, furtou um carro e o abandonou na BR-070, fez uma família refém e trocou tiros com a polícia.

Saiba mais
+ Mãe de Medina compara Yasmin Brunet a ‘atriz pornô’ e colunista divulga conversa
+ Chamada de atriz pornô, Yasmin Brunet irá processar mãe de Gabriel Medina
+ Mulher divide marido com mãe e irmã mais nova: ‘Quando não estou no clima’
+ Em pose sexy, Cleo Pires afirma: "Amando essa minha bunda grande"
+ Médicos encontram pedaço de cimento em coração de paciente durante cirurgia
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago
+ Tudo o que você precisa saber antes de comprar uma panela elétrica
+ Agência dos EUA alerta: nunca lave carne de frango crua
+ Passageira agride e arranca dois dentes de aeromoça
+ Gel de babosa na bebida: veja os benefícios
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Yasmin Brunet quebra o silêncio