Um dos presos suspeito de ajudar o fugitivo Lázaro Barbosa disse em depoimento à polícia que o serial killer dormia na fazenda onde ele trabalhava havia cinco dias. A força-tarefa, que tenta prender o fugitivo, foi proibida de entrar na fazenda pelo dono, na quarta-feira (23), segundo o boletim de ocorrências registrado. As informações são do G1.

URGENTE – Lázaro Barbosa é preso em Goiás

O fazendeiro e o caseiro, que não tiveram as identidades reveladas, foram autuados em flagrante por porte ilegal de arma e facilitação de fuga de foragido. Com um deles foi encontrado uma garrucha calibre 22 com 50 munições. A arma foi furtada por Lázaro provavelmente em uma das residências que ele invadiu e o foragido foi visto em algumas propriedades com a garrucha na mão. Os dois seguem presos até as 12h desta sexta-feira (25).

Ainda de acordo com o caseiro, o dono da propriedade ajudava Lázaro, dando alimentos e deixando que ele dormisse na casa. Já o fazendeiro não deu nenhuma declaração durante o depoimento.

O advogado Ilvan Silva Barbosa negou que os presos tenham qualquer ligação com Lázaro Barbosa. “O caseiro fala que, provavelmente, pode ter visto uma pessoa parecida com o Lázaro. Já o proprietário disse que nunca o viu e não tem contato nenhum com Lázaro”, disse ao G1.

Assine nossa newsletter:

Inscreva-se nas nossas newsletters e receba as principais notícias do dia em seu e-mail

Siga a IstoÉ no Google News e receba alertas sobre as principais notícias