Geral

Laudo do IML diz que juíza morta pelo ex-marido levou 16 facadas

Crédito: Reprodução

A juíza Viviane Vieira do Amaral Arronenzi, morta pelo ex-marido, o engenheiro Paulo José Arronenzi, na frente de suas filhas, levou 16 facadas pelo corpo, a maior parte delas no rosto e na cabeça. As informações são laudo feito pelo Instituto Médico-Legal do Rio (IML) e divulgadas pelo jornal Extra.

+Juíza morta pelo ex-marido dispensou a escolta

O laudo também constatou que Paulo José continuou golpeando a juíza pelas costas, mesmo depois que ela caiu. Apesar dos diversos ferimentos, os peritos concluíram que o corte na jugular foi o que levou à morte imediata de Viviane.

Os investigadores acreditam que a juíza também tenha sido arrastada pela calçada devido a descoberta de escoriações nas costas e no ombro esquerdo. O crime aconteceu às 18h do dia 24 de dezembro. Os policiais acreditam que o crime tenha sido premeditado, já que Paulo tinha três facas na mochila.


+ Rapper implanta diamante de R$ 128 milhões no rosto
+ PR: Jovem desaparecida é encontrada morta; namorado confessa crime
+ Galo bota ovos e surpreende moradores de Santa Catarina

Veja também

+ Cientistas descobrem nova camada no interior da Terra
+ Aprenda 5 molhos fáceis para aproveitar o macarrão estocado
+ Aprenda a preparar o delicioso espaguete a carbonara
+ Vídeo: o passo a passo de como fazer ovo de Páscoa
+ Cientistas desvendam mistério das crateras gigantes da Sibéria
+ Sexo: saiba qual é a melhor posição de acordo com o seu signo
+ 5 benefícios do jejum intermitente além de emagrecer
+ Como fazer seu cabelo crescer mais rápido
+ Vem aí um novo megaiceberg da Antártida
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Estudo revela o método mais saudável para cozinhar arroz
+ Cinema, sexo e a cidade
+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago
+ Editora estreia com o romance La Cucina, uma aventura gastronômia e erótica