Esportes

“Lauda está em meu espírito”, diz Hamilton um ano após morte do ex-piloto

O seis vezes campeão mundial de Fórmula 1, o piloto britânico Lewis Hamilton, disse nesta quarta-feira que Niki Lauda, a lenda austríaca do esporte, que morreu há um ano, está presente em seu “espírito” em todas as corridas.

Lauda, que foi tricampeão mundial de F1 (1975, 1977 e 1984), morreu no dia 20 de maio de 2019 aos 70 anos, nove meses após ter sido submetido a um transplante de pulmão.

O austríaco, presidente não executivo da equipe Mercedes, desempenhou um papel fundamental em convencer Hamilton a deixar a Mclaren, onde ele havia sido campeão mundial em 2008, para se juntar à Mercedes em 2013. Desde então, o britânico conquistou outros cinco títulos (2014, 2015, 2017, 2018 e 2019).

“Niki me convenceu a fazer parte de uma equipe que, naquela época, tinha potencial para ter sucesso. Eu o reconheço e sempre o amarei”, disse Hamilton em um vídeo divulgado quarta-feira.

“Está no meu espírito em todas as corridas. As melhores lembranças que tenho são provavelmente de nossas primeiras conversas. Começamos a conversar em 2012 e lembro de receber uma ligação de Niki. Ele estava tentando me convencer a fazer parte da equipe”, acrescentou.


+ Grávida do quinto filho, influenciadora morre aos 36 anos
+ Após assassinar a esposa, marido usou cartão da vítima para fazer compras e viajar com amante

“Foi ótimo receber uma ligação de um campeão mundial e ícone como Niki”, acrescentou

dj/dmc/ll/pm/aam

Veja também

+ 5 benefícios do jejum intermitente além de emagrecer
+ Jovem morre após queda de 50 metros durante prática de Slackline Highline
+ Conheça o phloeodes diabolicus "o besouro indestrutível"
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Mulher finge ser agente do FBI para conseguir comida grátis e vai presa
+ Zona Azul digital em SP muda dia 16; veja como fica
+ Estudo revela o método mais saudável para cozinhar arroz
+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago
+ Cinema, sexo e a cidade
+ Descoberta oficina de cobre de 6.500 anos no deserto em Israel

Tópicos

AUS auto auto-f1 ENG F1