Brasil

Latam Brasil entra com pedido de recuperação nos EUA

Latam Brasil entra com pedido de recuperação nos EUA

(Arquivo) Aeronave da LATAM no Aeroporto Internacional de Santiago, no Chile - AFP/Arquivos

SÃO PAULO, 09 JUL (ANSA) – A filial no Brasil da companhia aérea Latam entrou com pedido de recuperação judicial nos Estados Unidos nesta quinta-feira (9), em meio à crise no setor aéreo provocada pela pandemia do novo coronavírus.

Segundo comunicado da empresa, a medida foi tomada de forma voluntária e tem como objetivo “reestruturar seus passivos financeiros e administrar de maneira eficiente sua frota local, mantendo a sua operação normalmente”.

A Latam Brasil recorreu ao Capítulo 11 da Lei de Falências dos EUA, que protege a companhia contra credores durante sua reestruturação financeira e a renegociação das dívidas. No fim de maio, o Grupo Latam já havia acionado o mesmo instrumento para suas subsidiárias no Chile, na Colômbia, no Equador, nos Estados Unidos e no Peru.

“Tomamos esta decisão neste momento para que a empresa possa ter acesso a novas fontes de financiamento. Estamos seguros de que estamos nos movendo de forma responsável e adequada, pois temos o desafio de transformar a empresa para que ela se adapte à nova realidade pós-pandemia e garanta a sua sustentabilidade no longo prazo”, disse Jerome Cadier, CEO da Latam Brasil, em comunicado oficial.

De acordo com a companhia aérea, a medida pode “facilitar o financiamento que está em negociação” com o Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (Bndes). A empresa também destacou que continuará voando “normalmente” durante o processo do Capítulo 11, respeitando todas as passagens atuais e futuras.

+ Menina engasga ao comer máscara dentro de nugget do McDonald’s

A legislação americana para recuperação judicial é considerada mais flexível do que a brasileira, o que orientou a escolha da Latam pelos Estados Unidos para fazer sua reestruturação. A pandemia do novo coronavírus atingiu em cheio o setor de aviação civil, em função das medidas de isolamento e dos fechamentos de fronteiras para conter o Sars-CoV-2. (ANSA)

Veja também

+ Gésio Amadeu, o Chefe Chico de Chiquititas, morre após contrair Covid-19

+ Funcionário do Burger King é morto por causa de demora em pedido

+ Seu cabelo revela o que você come (e seu nível socioeconômico)

+ Cozinheira desiste do Top Chef no 3º episódio e choca jurados

+ Governo estuda estender socorro até o fim de 2020

+ Bolsonaro veta indenização a profissionais de saúde incapacitados pela covid-19

+ Nascidos em maio recebem a 4ª parcela do auxílio na quarta-feira (05)

+ Tubarão-martelo morde foil de Michel Bourez no Tahiti. VÍDEO

+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?